Mídias Sociais

Política

Reforma da pista do Aeroporto de Macaé supera expectativa e cidade voltará a ter voos comerciais de passageiros este ano

Avatar

Publicado

em

 

Representantes da Prefeitura de Macaé e da Empresa Brasileira de Infraestrutura Aeroportuária (Infraero) estiveram reunidos na sede da estatal, na capital fluminense, para tratar da reforma da pista do aeroporto

A Prefeitura de Macaé anunciou no fim da noite desta terça-feira, 22, que as obras da pista do Aeroporto de Macaé estão concluídas, aguardando somente o processo de certificação pela Agência Nacional de Aviação Civil (ANAC) para entrar em operação.

Em reunião entre representantes do governo municipal, a Empresa Brasileira de Infraestrutura Aeroportuária (Infraero) confirmou que, com a nova pista, o Aeroporto ganhou capacidade para pousar voos E190, da fabricante brasileira Embraer, que pode transportar até 114 pessoas, superando o projeto inicial que era de ampliar a referência de resistência da pista para aeronaves ATR 72, capaz de transportar 70 passageiros.

Segundo a prefeitura, o balizamento da pista que permitirá pouso noturno está já no escopo da obra licitada e será instalado até abril deste ano.

Para o Secretário de Desenvolvimento Econômico, Trabalho e Renda, Gustavo Wagner, a notícia foi mais que positiva, pois se trata de tecnologia mais moderna, além de ser mais econômico aos usuários.

“O fato do Aeroporto poder receber voos desse porte é de extrema importância para Macaé. A ampliação da capacidade de suporte da pista garante longevidade às operações aeroportuárias, peça fundamental na logística da produção offshore de petróleo e gás do país”,  analisou o secretário.

Iniciadas em maio de 2018, as obras de reforma da pista do Aeroporto de Macaé foram realizadas por meio de investimento do governo federal no valor de 24 milhões de reais. Desde 2015, quando a Azul Linhas Aéreas retirou de sua frota as aeronaves modelo ATR 42, o Aeroporto de Macaé não realiza voos comerciais de passageiros.

Mais lidas do mês