Mídias Sociais

Política

Justiça diz que mandado para afastar André Granado do cargo de prefeito de Búzios é improcedente

Thaiany Pieroni

Publicado

em

 

A Justiça julgou como improcedente o mandado de segurança impetrado pelos advogados do vice-prefeito de Búzios, Henrique Gomes (DEM), para tentar assumir a cadeira de prefeito no lugar de André Granado (MDB).   Com a decisão, André Granado continua atuando como Prefeito de Búzios.

Henrique entrou com um mandato após a decisão do Tribunal de Justiça do Estado do Rio de Janeiro divulgada no dia 18 de março, que afastava o prefeito. A alegação é que André teria perdido o prazo de apelação estipulado pela Justiça, demonstrando, segundo o mandado de segurança expedido uma “ausência superveniente de interesse”, ou seja, como se Granado e seus advogados não tivessem interesse em seguir com a apelação. Granado responde o processo por suposto ato de improbidade administrativa.

Porém, no dia seguinte sua defesa alegou que não recebeu nenhuma notificação judicial. Por isso, continuou exercendo seu mandato. Agora, somente uma nova decisão judicial poderá alterar a administração do município.

 

 

Mais lidas do mês