Mídias Sociais

Política

Justiça determina novamente o afastamento de André Granado da Prefeitura de Búzios

Thaiany Pieroni

Publicado

em

 

O imbróglio político no município de Búzios parece não ter fim. Após uma semana ocupando o Executivo de Búzios, André Granado foi novamente afastado pela Justiça e quem reassumiu a prefeitura na noite desta quinta-feira, 11, foi o vice-prefeito Henrique Gomes.

De acordo com o pedido expedido pelo o juiz Raphael Baddini de Queiroz Campos, da 2ª Vara, André deve ficar afastado do cargo pelo período de 180 dias. O motivo é evitar obstruir a instrução processual na ação civil pública (ACP) por improbidade administrativa movida pelo Ministério Público do Estado do Rio contra o município e 23 envolvidos em esquema de fraudes em processos de licitação de contratos, incluindo o prefeito. Além do Prefeito, o juiz também determinou o afastamento de outros dois servidores.

Logo que recebeu a informação, Henrique Gomes foi para a sede da Prefeitura onde afirmou que manterá seu compromisso com a população. "Eu e André fomos eleitos juntos no pleito de 2016, mas devido a alguns processos, vem ocorrendo esses afastamentos. Tenho um compromisso com a população fui eleito democraticamente pelos mesmos e busco através de ações proporcionar o melhor para nossa cidade peço que Deus continue nos abençoando", postou em sua rede social.

Também por meios online, André Granado enviou uma mensagem a algumas pessoas próximas e lamentou a parcialidade do juiz. "Conforme já havia anunciado antecipadamente, o que iria acontecer, o juiz da segunda Vara Dr. Rafael Baddini acaba de me afastar do cargo mais uma vez demonstrando toda a sua parcialidade e pessoalidade.Lamento muito por isto, pois gera prejuízos incalculáveis para a cidade e para a população, mas confiamos na justiça e acreditamos que em breve retornaremos para dar continuidade ao projeto, que tem sido violentado por atitudes de quem utiliza de sua função para perseguir!", frisou André.

Agora, a população aguarda os próximos capítulos. A previsão é que Henrique volte a nomear novos secretários para dar continuidade ao trabalho, que vinham realizando.

Mais lidas do mês