Mídias Sociais

Política

Região dos Lagos e Norte Fluminense têm 5 cidades com cadastramento biométrico eleitoral em aberto

Avatar

Publicado

em

 

Ainda está em andamento o processo de cadastramento obrigatório da biometria em 18 municípios do Estado do Rio, sendo 5 municípios da Região dos Lagos e do Norte Fluminense, quase todos com o prazo para os eleitores se encerrando no dia 1 de dezembro desse ano.

Na soma, são 99.438 eleitores registrados em Arraial do Cabo, Carapebus, Conceição de Macabu, Iguaba Grande e Quissamã, com 52.867 já cadastrados na biometria, o que equivale a 53,16% dos eleitores nessas 5 cidades.

“Quem não comparecer ao cartório eleitoral para realizar a biometria até o final do prazo terá o título cancelado, ficando impedido de votar nas eleições municipais de 2020”, reforça o Tribunal Regional Eleitoral do Estado do Rio (TRE-RJ).

Na região, entre as cidades onde o cadastramento está sendo feito, os eleitores de Arraial do Cabo, Carapebus, Iguaba Grande e Quissamã têm prazo até 1 de dezembro, e em Conceição de Macabu, o último é no dia 22 de agosto.

A lista das 18 cidades com o prazo do procedimento obrigatório e os números dos eleitorados registrados em cada município, os já cadastrados na biometria, e o prazo, pode ser consultada no site do TRE-RJ, através do link, tre-rj.jus.br.

Segundo o TRE-RJ, um dos principais projetos da gestão do presidente do Tribunal fluminense, o desembargador Carlos Santos de Oliveira, o cadastramento biométrico obrigatório significa mais segurança ao processo eleitoral.

“A biometria evita fraudes, uma vez que as digitais são únicas, tornando impossível o eleitor se inscrever mais de uma vez, assim como votar no lugar de outro”, explicou o presidente do TRE-RJ.

O TRE-RJ alerta ainda que, a partir de agosto, a obrigatoriedade será estendida a outras 17 cidades, onde 386.045 eleitores precisam fazer a biometria, que, de acordo com o desembargador Carlos Santos de Oliveira, será útil para outros serviços nacionais.

“Os dados do cadastro ficam tão confiáveis que serão o embrião do Documento Nacional de Identidade”, complementou o presidente.

O órgão da Justiça Eleitoral fluminense acrescenta que, no momento do atendimento, é preciso levar documento de identificação oficial com foto, comprovante de residência de até 3 meses de emissão, e o título de eleitor.

“Estão dispensados de realizar o procedimento os eleitores que tiveram a biometria validada nas urnas nas últimas eleições, graças à importação dos dados biométricos do Detran.RJ (Departamento de Trânsito do Estado do Rio) para o cadastro da Justiça Eleitoral. O mesmo vale para aqueles que já fizeram a coleta biométrica na Justiça Eleitoral”, explica o TRE- RJ.

Para ajudar os eleitores desses municípios a obterem mais informações, o TRE-RJ disponibiliza ferramenta de consulta no site do Tribunal, onde o eleitor que ainda não fez o procedimento, deve agendar o atendimento, algo que pode ser feito também pelo telefone (21) 3436-9000.

“De qualquer forma, os eleitores de todo o Estado que ainda não possuem as digitais cadastradas na Justiça Eleitoral podem fazer o procedimento desde já, evitando filas no futuro”, conclui o Tribunal Regional Eleitoral do Rio.

Mais lidas do mês