Mídias Sociais

Política

Iguaba Grande passará por novas eleições para prefeito

Avatar

Publicado

em

 

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) indeferiu na manhã desta quarta-feira, 24, o recurso da atual prefeita de Iguaba Grande, Grasiella Magalhães, para o seu novo mandato. De acordo com a decisão do colegiado, Grasiella, que concorreu à reeleição sob efeito de liminar, não será diplomada em 1º de janeiro de 2017.

Grasiella é nora do ex-prefeito de Iguaba, Oscar Magalhães, falecido em 2012. O motivo do indeferimento é que para a Justiça Eleitoral a reeleição de Grasiella configura “perpetuação de família no poder”, o que é vedado por lei, uma vez que quando era prefeito Oscar renunciou ao cargo para que Grasiella pudesse concorrer às eleições, numa tentativa de burlar as regras do TSE.

Com este novo cenário, novas eleições no município serão convocadas pela justiça. A juíza da 181ª Zona Eleitoral de Iguaba Grande, Maira Valéria Veiga de Oliveira, já pediu a recontagem dos votos. O TSE estabeleceu as datas para a realização das eleições suplementares em 2017. De acordo com a Portaria TSE nº 1078, de 20 de outubro de 2016, as eleições poderão ser realizadas nos seguintes dias: 15 de janeiro, 5 de fevereiro, 12 de março, 2 de abril, 7 de maio, 4 de junho, 2 de julho, 6 de agosto, 3 de setembro, 1º de outubro, 12 de novembro e 3 de dezembro.

Bertha Muniz

Mais lidas da semana