Mídias Sociais

Política

Hospital Público Municipal de Macaé recebe aparelho para exame de câncer de intestino

Avatar

Publicado

em

 

Depois de comprar mais de duas mil peças de mobiliário para a rede pública municipal de Saúde, a Prefeitura de Macaé continua investindo em equipamentos de alta tecnologia para equipar seu Hospital Público Municipal (HPM).

Em sua página no Facebook, o vereador Dr. Márcio Bittencourt (MDB) comemorou o novo mobiliário do HPM, que contará, entre outras coisas, com cadeiras, cabeceiras de leitos, mesas de refeição, macas, carrinhos de curativos e poltronas de acompanhante.

“Através de emenda parlamentar incluída por nosso mandato no orçamento deste ano, a prefeitura adquiriu novas mobílias para o HPM, entre elas cadeiras, cabeceiras de leitos, mesas de refeição, macas, carrinhos de curativos e poltronas de acompanhante. Os novos equipamentos vão garantir mais conforto para os pacientes e mais qualidade de atendimento para todos”, escreveu o vereador, ex-líder governista na Câmara.

Além do mobiliário, o governo municipal adquiriu também um aparelho de videocolonoscopia para o HPM, que, só neste mês de julho, realizou 4 exames para rastreamento do câncer de intestino e outras doenças causadas pelo órgão.

“Serão atendidos os pacientes eletivos e também as pessoas que estiverem internadas no hospital. O exame, que anteriormente era realizado com aparelho terceirizado, agora terá o número de vagas triplicado”, contou a médica cirurgiã Milena Bozi, que acredita que, com a nova aquisição, será possível realizar 3 turnos por semana.

De acordo com o médico especialista em endoscopia digestiva, Leandro March, o novo aparelho será importante para o diagnóstico precoce de enfermidades como câncer de intestino, inflamação e hemorragia digestiva.

“Temos um exemplo de um paciente com 35 anos que recebeu o diagnóstico de câncer há 3 meses e já operou e, esta semana, fez sua videocolonoscopia de revisão. Portanto, a aquisição do aparelho também está proporcionando agilidade no atendimento”, avaliou o médico.

Segundo o médico, as pessoas devem ficar atentas às dores abdominais, diarreia, sangramento e perda de peso, e o exame é indicado para qualquer pessoa a partir dos 50 anos. Entretanto, para realizar o exame, o paciente deve ser encaminhado pelo Sistema de Regulação (Sisreg) após ser consultado por especialista na unidade de saúde mais próxima de sua residência.

Mais lidas da semana