Mídias Sociais

Política

Fundo de Desenvolvimento de Campos tenta retornar às origens com novas frentes de trabalho

Publicado

em

 

Novo presidente do Fundo pretende voltar a fomentar o desenvolvimento municipal através da geração de emprego e renda

 

Tunan Teixeira

 

O presidente do Fundo de Desenvolvimento de Campos (Fundecam), Rodrigo Lira, anunciou nesta segunda-feira, 17, que está lançando novas frentes de trabalho para fomentar o desenvolvimento do município, através da geração de emprego e renda.

Com as medidas, ele acredita que o órgão possa cumprir a sua finalidade original, o que, segundo ele, não vinha acontecendo, já que a Fundecam teria disponibilizado recursos para empresas que não deram nenhuma contrapartida ao município.

“Já montamos uma força-tarefa em parceria com a Procuradoria Geral do Município, onde estamos fazendo o acompanhamento de cada processo. Criamos uma meta e queremos repatriar, no mínimo, 30% deste valor nestes 4 anos”, explicou Rodrigo Lira, a respeito de uma dívida de 350 milhões de reais que a prefeitura tem com 33 empresas.

Ele lembrou que o Fundecam foi criado em 2001, com a proposta de utilizar uma receita finita dos royalties para fomentar o desenvolvimento econômico do município e, na ocasião, trazia alternativas para o período pós-petróleo.

Ainda sobre a dívida, Rodrigo Lira explicou que a prefeitura e o Fundo vêm trabalhando para reaver esses valores judicialmente, já que, conforme ele recordou, nesse momento de crise financeira pela qual atravessa a cidade, a região, o estado e o país, os recursos estão fazendo falta aos cofres públicos do município.

“Já existem processos judiciais tentando recuperar esses valores, que foram desperdiçados e que, agora, no momento de escassez, estão fazendo muita falta. Percebemos que vários processos ficaram parados e estamos criando frentes de trabalho para que possamos fazer o Fundecam cumprir a sua finalidade do desenvolvimento”, revelou Rodrigo Lira.

Outra frente de trabalho, apresentada pelo presidente do órgão, trata da remodelação do sistema do Programa de Microcrédito que, a partir de abril, além de disponibilizar recursos, também contará com acompanhamento para a gestão.

“Estamos firmando convênios com universidades de Campos, com cursos voltados para esta área administrativa, para que estes microempreendedores individuais recebam consultoria e acompanhamento de gestão de negócios, de maneira simples e objetiva”, disse o Presidente do Fundecam, lembrando parcerias que o município têm, como, por exemplo, a parceria com o Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (SEBRAE).

Foto: Antonio Cruz

Mais lidas da semana