Mídias Sociais

Política

Empresas do mercado de óleo e gás avaliam como positiva a participação na Brasil Offshore 2019

Avatar

Publicado

em

 

Com 600 marcas expositoras presentes, a 10ª edição da feira Brasil Offshore, realizada no Centro de Convenções Jornalista Roberto Marinho, em Macaé, chega ao fim nesta sexta-feira, 28, mantendo uma tradição de gerar negócios, segundo os organizadores.

Organizado pela Reed Exhibitions Alcantara Machado em conjunto com o Society of Petroleum Engineers (SPE) e o Instituto Brasileiro de Petróleo, Gás e Biocombustíveis (IBP), o evento faz parte do portfólio global de eventos de energia, junto à SPE-Offshore Europe e ENGenious.

Multinacional vinda da Noruega e com sede em Rio das Ostras, quase na divisa com Macaé, a Aker Solutions participou da feira motivada pelos atuais negócios e perspectivas da indústria para os próximos 2 anos, confirmando o momento de retomada da indústria de óleo e gás no Brasil e no mundo, após a crise internacional que abateu o setor em meados de 2014.

Segundo a organização da feira, em sua participação na edição que comemorou 20 anos de existência, a Aker manteve seu foco em apresentações técnicas e trouxe diversos profissionais para compartilhar conhecimento.

“Observamos um aumento do público e expositores este ano, o que mostra o reaquecimento do mercado e oportunidades para o futuro. Nossa escolha pelo foco em recrutamento e interações com fornecedores foi acertada e acreditamos que os contatos feitos aqui serão produtivos como esperávamos”, declarou a gerente de comunicação da Aker, Daniele Rivera.

Para Natalia Martello, marketing industrial da Mobil, a expectativa é de que a realização da feira mantenha a proximidade com o segmento offshore e marítimo, por ser uma área muito importante para a gigante norte-americana do setor, e também para seus clientes.

“Pretendemos também conseguir novos contatos e possíveis leads para futuras negociações. Investimos bastante no meio digital então queremos as pessoas interessadas por nosso conteúdo e por todo o portfólio de produtos e serviços que trouxemos para a Brasil Offshore”, explicou Natalia Martello.

O reaquecimento da indústria também foi comentado pelo head comercial de Oil & Gas da Siemens Brasil, Claudio Makarovsky, que ressaltou a abertura da feira e a presença do governador Wilson Witzel (PSC).

“A Brasil Offshore mostrou a retomada dos campos maduros da Petrobras na Bacia de Campos, e também da nova era do pré-sal. E coincide com a recente fala do ministro de Minas e Energia, Bento Albuquerque, sobre qual vai ser o nosso futuro no gás. O Rio de Janeiro será um exportador de energia com gás natural e já estamos vendo isso em Macaé e no Porto Açu [em São João da Barra] e em ambos os locais teremos a capacidade triplicada em dois ou três anos”, avaliou Claudio Makarosvky.

Para o diretor executivo da SMAR, Ricardo Argolo, a presença de sua empresa na Brasil Offshore foi muito significativa por demonstrar que os investimentos estão voltando, demonstrando uma sinergia quanto ao retorno do investimento no petróleo entre as entidades em todas as esferas.

“Percebemos nas apresentações da Petrobras, o foco na área de exploração e a abertura de mercado quanto ao refino e distribuição dos combustíveis atraindo investimentos não só ao Brasil, mas também no exterior”, analisou o diretor.

Clique Diário

E. L. Mídia Editora Ltda
CNPJ: 09.298.880/0001-07
Redação: Avenida Atlântica, 2.500, sala 22 – Cavaleiros – Macaé/RJ

cliquediario@gmail.com
(22) 2765-7353

Mais lidas da semana