Mídias Sociais


Política

Em sua 1ª edição, Jazz & Blues Sessions 2022 em Macaé conquistou o público com boas músicas e clima contagiante

Publicado

em

 

A 1ª edição do Jazz & Blues Sessions 2022 em Macaé terminou na noite deste sábado, 28, com muita festa e animação por parte do público após a apresentação contagiante da cantora macaense Kynnie Williams, que trouxe sucessos de B.B. King e James Brown, entre outras canções marcantes.

A cantora, contratada pela gravadora Som Livre no início de 2021, foi uma das atrações do evento, que começou nesta quinta-feira, 26, e que contou com músicos consagrados em apresentações no Beco das Artes, na entrada do Pecado.

Durante os 3 dias do evento, adultos, crianças e jovens tiveram a oportunidade de curtir a programação que faz parte do calendário da cidade e fechou o mês de maio com um clima familiar e contagiante, ajudando a enfrentar as baixas temperaturas e o vento das noites deste fim de semana.

O 1º Jazz & Blues Sessions 2022 contou o apoio da Prefeitura de Macaé, por meio das secretarias de Cultura e de Mobilidade Urbana, e da Secretaria Adjunta de Turismo, sendo considerado um sucesso para os amantes da boa música.

Além da contribuição para a arte e a cultura, o evento também atingiu sua expectativa de solidariedade com a arrecadação de cerca de 1.000 fraldas infantis e geriátricas, que serão doadas a 6 instituições do município.
De acordo com a prefeitura, os shows se destacaram pelo estilo, pelo requinte e por marcas autorais, aquecendo a plateia que se misturou até mesmo no gramado com cadeiras de praia e cangas.

Na última noite do evento, o palco recebeu Big Washington com o show Delta Mississipi Blues, e as melhores referências do blues, seguido da Caverna Blues Band, com uma mistura de soul, blues rock e black music, tendo o encerramento com voz marcante e o carisma de Kynnie Williams, que arrancou aplausos com um repertório dançante e cheio de swing.

“Conseguimos reunir um público lindo, atrair a família e apresentar um festival que, com certeza, veio para marcar a cultura do município. Agradecemos aos parceiros e apoiadores como a Prefeitura de Macaé, através da Secretaria Adjunta de Turismo, [e das secretarias de] Cultura e [de] Mobilidade Urbana. Esta 1ª edição não tinha como deixar de ser especial e inesquecível”, comemorou a coordenadora geral e idealizadora do evento, Agnes Williams.

Entre as autoridades, estavam presentes no evento o secretário de Cultura, Leandro Mussi; o chefe de Gabinete, Fernando Amorim; e o secretário adjunto de Turismo, Léo Anderson, que elogiaram a programação.

“O evento já faz parte do calendário da cidade e, nestes 3 dias, pudemos registrar o sucesso que foi. Famílias e um público diverso reunido, entre macaenses e visitantes. Este é o objetivo, contribuir para fomentar a cultura e o turismo”, disse Léo Anderson.

O secretário adjunto de Turismo lembrou ainda que iniciativas como essa e outras, como o Festival de Rock em Glicério, na região serrana, gera impactos positivos na rede hoteleira, nos restaurantes, no comércio informal, ou seja, em toda uma cadeia de serviços e geração de renda.

Além da música de qualidade, o público teve a oportunidade de apreciar produtos da Feira de Economia Criativa de marcas de artistas plásticos e artesãos da cidade, a Bourbon Street, uma área charmosa de alimentos e bebidas, e o estande do Clube do Vinil, com boa gastronomia e apresentação de bebidas diversas na praça de alimentação.

Mais lidas da semana