Mídias Sociais

Política

Em busca de melhorar serviço público e organização da cidade, Prefeita de Quissamã visita MPRJ

Avatar

Publicado

em

 

A Prefeita de Quissamã, Fátima Pacheco (DEM), visitou, na última semana, as instalações do MP em Mapas, para conhecer essa ferramenta digital do Ministério Público do Estado do Rio (MPRJ).

Plataforma digital com estatísticas e dados georreferenciados, focados na construção e visualização de conhecimento para a realização de um melhor trabalho dos promotores do Ministério Público fluminense.

“Tamanho volume de informações potencializa a atuação dos promotores de Justiça, possibilitando a atuação preventiva e a formulação de políticas públicas mais eficientes em áreas sensíveis como a Educação, a Saúde e o Meio Ambiente”, explicou o MPRJ.

Fátima Pacheco foi recebida pelo procurador-geral de Justiça, Eduardo Gussem, que elogiou a intenção da prefeita de investir num modelo de administração pública digital, com objetivo de dar mais agilidade ao serviço público.

“Já há algum tempo, nos demos conta de que não era possível continuar a agir como historicamente sempre agimos, isto é, apenas com foco em processo. Vivemos num Estado degradado, deteriorado nos mais diversos aspectos, e apostamos na recuperação desses ambientes por meio do uso das tecnologias. Por isso, adotamos no MPRJ a linha de governos abertos, que contemplam valores como transparência, integridade, participação popular, tecnologia e inovações”, avaliou Eduardo Gussem.

A Prefeita de Quissamã, que vem pautando sua gestão pela busca de mais transparência e por soluções mais tecnológicas em sua administração, falou da experiência de conhecer a estrutura e aplicabilidades do MP em Mapas.

“Viemos hoje com nossa equipe de secretários e com a equipe de TI (Tecnologia da Informação) exatamente para buscar essa parceria com o MPRJ, que nos permitirá elaborar um diagnóstico detalhado sobre o município. Com base na ciência de dados, poderemos fazer uma gestão moderna que atenda bem à população. E que também nos proteja, enquanto gestores, para que sejamos orientados e fiscalizados rumo ao cumprimento da lei”, comentou Fátima Pacheco.

A prefeita concluiu a visita à sede do órgão na capital fluminense revelando que entende a definição e a organização dos bairros da cidade como um dos atuais desafios de sua gestão, iniciada em 1 de janeiro de 2017.

“Quissamã já soma 30 anos de emancipação e ainda não tem organizada a sua área urbana. Acabamos de ouvir que pouco mais de 30 dos 92 municípios fluminenses têm essa divisão por bairros, vital para orientar o administrador público. Acabamos de nos organizar e agora vamos municiar o MPRJ com mais dados, para podermos consolidar todas essas informações. Estou levando comigo, para análise, os termos do convênio firmado entre o MPRJ e o Governo do Estado, para buscarmos uma parceria semelhante, que possibilite nos tornarmos um município digital, com a população tendo acesso a tudo que fazemos, com plena transparência da gestão. Isso vai ser muito importante para Quissamã”, concluiu Fátima.

Além da prefeita, representaram o município as secretárias de Saúde, Simone Flores; e de Fazenda; Simone Moreira; o procurador e o controlador-geral do município, respectivamente, Linaldo Lyra e Gabriel Bueno; e Renata Fagundes, representando a chefia do gabinete do governo. Pelo MPRJ, estiveram presentes integrantes da equipe da plataforma digital MP em Mapas, e a coordenadora do Centro de Pesquisas (CENPE/MPRJ), Joana Monteiro.

Mais lidas da semana