Mídias Sociais

Política

Dr. Aluízio confirma reunião com representantes da Shell Brasil antes de evento em Macaé

Avatar

Publicado

em

 

Antes do evento, Prefeito de Macaé, Dr. Aluízio (sem partido) se reuniu com o presidente da Shell Brasil, André Araújo, e com os diretores da empresa, Flávio Ofugi e Glauco Paiva

Eram pouco antes das 10 horas da manhã desta terça-feira, 19, na entrada do Hotel Gran Nobile, onde algumas dezenas de pessoas, a maioria de óculos escuros para suportar o forte sol matinal, esperava para a realização da Avant Premiere, evento para o lançamento da Brasil Offshore 2019.

Enquanto os convidados pela Reed Exhibitions Alcantara Machado, uma das empresas organizadoras da feira, e pela Prefeitura de Macaé, conversavam ao redor do buffet, o Prefeito Dr. Aluízio (sem partido), passava rapidamente, quase desapercebido, pela entrada do salão que recebia o evento e desaparecia pela entrada do saguão do hotel.

Por quase 40 minutos antes do início do evento, marcado para as 10h, o chefe do Executivo esteve reunido, a portas fechadas, com o presidente da Shell Brasil, André Araújo, que também marcou presença ao evento.

Com a Avant Premiere encerrada, Dr. Aluízio, que falou no segundo painel, dedicado especialmente ao poder Público, comentou sobre o resultado da reunião e as expectativas do encontro com a multinacional do setor do petróleo.

“Eles se mostraram muito motivados, com muito interesse em entrar no hub do gás, investindo no projeto de termelétrica. Antes, a Shell em Macaé era um boato, uma especulação, hoje não é mais, é um fato consolidado. Hoje passamos pela fase mais crítica, mas filho não nasce no dia da concepção. Vamos aguardar. As coisas estão avançando além da nossa expectativa”, revelou o prefeito, com exclusividade.

Durante o próprio painel, Dr. Aluízio já havia comentado a boa relação com a empresa que participa de um consórcio formado juntamente com a Mitsubishi e a Pátria Investimentos, para a instalação da Usina Termelétrica Marlim Azul, no Complexo Logístico e Industrial de Macaé (CLIMA).

“Há alguns anos todo mundo em Macaé falava da Shell. Ah, a Shell está vindo, não está vindo, já veio, não vem mais. Trouxemos a Shell. Existe uma notícia velha no meio dessa novidade toda. O gás marca essa transição da indústria e encontra em Macaé a sua principal vocação. E essa não é uma oportunidade apenas da Shell, mas também da Petrobras que faz muito bem o seu papel e terá sempre todo o nosso respeito e admiração”, comentou Dr. Aluízio.

No painel anterior, o presidente da Shell Brasil já havia comentado a respeito do interesse da multinacional no mercado de gás natural na Bacia de Campos, lembrando os investimentos feitos na usina termelétrica.

“O gás natural é uma grande prioridade para a produção de energia elétrica, transformando gás em energia. Macaé tem uma grande vocação para o crescimento e o desenvolvimento da produção da energia elétrica. Esse é um dos grandes desafios do mercado do gás hoje, para esse novo momento de transição energética”, analisou André Araújo.

Mais lidas da semana