Mídias Sociais

Política

Deputado Bernardo propõe que concessionárias só interrompam serviços após três meses de contas atrasadas

Thaiany Pieroni

Publicado

em

 

As concessionárias responsáveis pelo fornecimento de água, luz e esgoto no Estado do Rio de Janeiro poderão ser obrigadas a ampliar o prazo de atraso nas contas antes de suspender o serviço, nos casos de pessoas que comprovem desemprego. O projeto de lei n° 1493/2019, de autoria do Deputado Mauro Bernardo, foi apresentado, nesta semana, na Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro - Alerj.

Atualmente, esses serviços são suspensos após um mês de atraso na conta, caso o projeto seja aprovado esse prazo será ampliado para três meses. A expectativa é que o projeto seja avaliado pela Alerj e votado em breve.

De acordo com o Deputado, essa é mais uma luta do seu mandato por questões que fazem parte da realidade do povo. "Sabemos as dificuldades que um chefe de família passa quando fica desempregado e que além de colocar comida em casa ainda tem que manter um mínimo de dignidade para a sua família até se recolocar no mercado de trabalho. O projeto de lei garantirá que durante 3 meses mesmo que atrase as contas, as concessionárias não possam cortar água, luz e serviços de esgoto", explicou o parlamentar.

Mais lidas da semana