Mídias Sociais

Política

Depois de empresários do petróleo, Dr. Aluizio se reúne com representantes da rede hoteleira e da Petrobras

Avatar

Publicado

em

 

Depois de se encontrar com empresários e representantes da indústria de óleo e gás da cidade, na manhã desta segunda-feira, 16, o prefeito de Macaé, Dr. Aluizio (PSDB), voltou a se reunir com a equipe da prefeitura para traçar novas medidas de prevenção ao coronavírus no município.

No auditório da Cidade Universitária, o encontro contou com a presença de representantes de hotéis, restaurantes, shoppings e empresas para definir regras para o enfrentamento do coronavírus na cidade.

Na reunião, a gerente de Divisão de Vigilância Epidemiológica da Secretaria de Saúde, Daniela Bastos, e o próprio prefeito, falaram sobre o avanço da doença e quais são as principais medidas de higiene pessoal que a população deve tomar para minimizar o risco de contaminação.

Dentre as medidas anunciadas após a reunião, estão a criação de um Centro de Triagem ao Doente de Coronavírus, no Centro de Saúde Dr. Jorge Caldas, onde será adotada conduta única para enfrentar a doença.

Além do novo Centro de Triagem do Doente por Coronavírus de Macaé, que servirá para atendimento exclusivo a pacientes com quadro sugestivo da doença, a prefeitura também anunciou a criação do Centro de Cooperação Inter-hospitalar, composto por todos os hospitais públicos e particulares do município.

“A cooperação dos hospitais tem como finalidade otimizar o uso de recursos humanos, equipamentos e medicamentos, garantindo o tratamento igualitário a toda a população.

Tanto o Centro de Triagem – que está em funcionamento na Rua Tenente Coronel Amado, 225, Centro –, quanto o Centro de Cooperação Inter-hospitalar, serão geridos pelo Gabinete de Prevenção de Cuidado  aos Portadores de Coronavírus, criado na última sexta-feira, 13.

Em Macaé, segundo dados da Secretaria de Saúde, nenhum caso foi confirmado, mas 10 casos ainda são considerados suspeitos e esperam resultados de exames de confirmação, além dos 3 casos que já foram descartados.

O prefeito ressaltou que, com as medidas tomadas com o decreto da última sexta-feira, 13, seguindo indicação de outro decreto, do Governo do Estado, suspendendo as aulas em toda a rede pública e privada, a prevenção atinge cerca de 100 mil pessoas, entre crianças e profissionais da rede pública municipal de Educação.

Segundo a prefeitura, com o recesso das escolas, o governo municipal requisitou que toda a frota destinada ao transporte escolar seja utilizada para o transporte de passageiros, sem custo ao usuário.

O objetivo da medida é ampliar a oferta de ônibus nas ruas, diminuindo o número de pessoas por veículo, além de estabelecer linhas, trajeto e fiscalização para evitar a superlotação, medidas que ficarão a cargo da Secretaria de Mobilidade Urbana.

“A população deve observar os cuidados preventivos, seguindo as orientações de higiene e evitar aglomerações. Todas as precauções do governo municipal seguem as diretrizes do governo estadual  e da Secretaria Estadual de Saúde, tendo em vista a expectativa deste órgão acerca do aumento significativo no número de casos no Estado”, ressaltou a prefeitura.

Na reunião, o prefeito comentou ainda sobre a decisão das primeiras horas da manhã desta segunda, de liberar do trabalho presencial todos os servidores que se encontram na população de risco do coronavírus, como idosos, gestantes, e portadores de doenças autoimunes e doenças oncológicas.

“É bom ressaltar que não são férias e sim uma medida preventiva para conter o avanço da doença. Quem puder trabalhar de casa, que possa tomar essa medida. Nós já adotamos algumas medidas para os servidores com mais de 60 anos, gestantes e portadores de doenças autoimunes e/ou oncológicas, que devem ausentar-se dos seus postos de trabalho pelo período de 15 dias, a contar desta segunda-feira (16)”, reforçou o prefeito.

Dr. Aluízio confirmou ainda que o melhor a fazer é adiar os eventos, evitar aglomerações, academias, entre outros locais com mais de 100 pessoas, pois, muitas vezes, o portador do coronavírus não apresenta os sintomas, mas pode transmitir a doença, como já vem acontecendo no Estado do Rio de Janeiro, que, na semana passada, registrou o 1º caso de contaminação por transmissão local.

A gerente da Divisão de Vigilância Epidemiológica advertiu também que a melhor forma de se prevenir é lavar as mãos com frequência, usar álcool em gel 70% e não compartilhar utensílios, e lembrou que o uso de máscaras é relevante apenas pelas pessoas que apresentam a doença.

Daniela Bastos explicou ainda que a capacidade de contágio é muito grande, e que, para cada pessoa com a doença, 3 são contaminadas. De acordo com reportagem do jornal Correio Braziliense, da capital federal, em um intervalo de apenas 24 horas, os casos confirmados da doença do Brasil aumentaram 65%, saltando de 121 para 200, além de outros mais 2 mil casos suspeitos.

“Pode ser considerado caso suspeito a pessoa que viajou e apresenta febre e outro sintoma respiratório, ter feito contato próximo de uma pessoa suspeita ou contaminada com o coronavírus. A taxa de morte é pequena e os medicamentos utilizados são antitérmico e analgésico”, esclareceu Daniela Bastos.

A servidora informou também que a taxa de mortalidade é maior entre as pessoas com idades entre 60 e 80 anos, com problemas cardiovasculares, câncer, hipertensão, entre outras características, e que, por isso, a preocupação da prefeitura com servidores com idade acima dos 60 anos, gestantes e portadores de doenças autoimunes e oncológicas.

“Para a rede hoteleira, nós orientamos embrulhar a roupa de cama sem contato com o funcionário. Ela deverá ser lavada a 60 graus de temperatura e a limpeza deverá ser úmida, com pano úmido; não utilizar aspirador de pó; superfícies deverão ser limpas com hipocloreto de sódio ou álcool 70%”, orientou ela.

Daniela Bastos complementou explicando que, em caso de algum hóspede apresentar sintoma do coronavírus, os órgãos de saúde nacionais devem ser notificados em até 24 horas, e esse paciente não poderá sair do quarto, cumprindo a quarentena estabelecida conforme preconiza os órgãos de saúde internacionais.

Uma das empresas com maior número de funcionários em Macaé, a Petrobras revelou que adotou medidas de prevenção no enfrentamento do coronavírus, entre as quais a criação de um comitê com o objetivo principal de acompanhar a evolução da doença no país e no mundo, conforme explicou a enfermeira Elisabeth Rodrigues Pereira, que representou a companhia na reunião.

“Suspendemos as viagens ao exterior, incluindo todos os treinamentos programados, e as excepcionalidades precisam ser aprovadas por um diretor, após avaliação da área de saúde. As viagens em território nacional também foram suspensas, sendo mantidas apenas as prioritárias, que não puderem ser resolvidas por vídeos ou telefones. Estão suspensas reuniões presenciais, eventos, simulados de emergência com mais de 20 pessoas”, comentou Elisabeth Rodrigues Pereira.

A empresa também suspendeu auditorias, visitas técnicas e visitas gerenciais a unidades, e em todos os aeroportos utilizados elas unidades offshore da Petrobras, a empresa está sendo feita aferição de temperatura dos colaboradores antes do embarque, além da aplicação de um questionário.

Segundo a prefeitura, um novo encontro foi marcado para esta terça-feira, 17, às 8h30, no auditório da Cidade Universitária, para que sejam definidas regras conjuntas para os shoppings e restaurantes da cidade.

“Quem quiser mais informações poderá entrar em contato com a Divisão de Vigilância Epidemiológica, pelos telefones (22) 2763-6332 e (22) 2763-6330, ramal 2010”, concluiu a prefeitura.

Mais lidas da semana