Mídias Sociais

Política

Conforme adiantado por Dr. Aluizio no Twitter, obras de macrodrenagem avançam neste início de ano

Avatar

Publicado

em

 

Tema que já esteve em postagem do prefeito de Macaé, Dr. Aluizio (PSDB), em suas redes sociais, as obras da macrodrenagem, iniciadas em novembro de 2019, seguem a todo vapor para tentar minimizar os alagamentos que atormentam os moradores de algumas áreas da cidade.

O assunto foi abordado por Dr. Aluizio em sua conta pessoal no Twitter, rede social que o prefeito vem usando desde os primeiro dias de 2020 para atender demandas da população, uma delas, justamente sobre a macrodrenagem.

Com respostas rápidas e soluções para diversos problemas trazidos pela população no Twitter, o prefeito publicou fotos, no último dia 9 de janeiro, de uma nova fase das obras, que chegariam à Rua Jonas Mussi, entre a Avenida Evaldo Costa e a Linha Vermelha.

Segundo a prefeitura divulgou nesta quarta-feira, 22, as obras de macrodrenagem vão beneficiar os moradores dos bairros da Praia Campista, do Novo Horizonte, do Campo D’Oeste, do Sol y Mar, do Visconde de Araújo e do Miramar.

O objetivo é aumentar a capacidade de captação de águas das chuvas com a ampliação do canal da Avenida Fábio Franco, mais conhecida como Linha Vermelha, e a construção de outros canais auxiliares nas ruas, Jonas Mussi e Cristal, no Sol y Mar.

Conforme noticiado pelo próprio prefeito no início de janeiro, os serviços começaram pela Rua Jonas Mussi, onde um canal auxiliar tem 550 metros de extensão, por 3,60 x 1,90 metros de largura e profundidade.

De acordo com o secretário adjunto de Obras, Marcelo Mussi, a primeira etapa da obra contempla ainda a construção do 2º canal auxiliar na Rua Cristal, que terá 450 metros de extensão por 3,80 x 2 metros de altura e profundidade. Os 2 canais auxiliares seguirão até a Rua Humberto Queiroz Matoso.

Já a ampliação do canal Fábio Franco está prevista para começar na 2ª quinzena de fevereiro, e a ideia é que o canal seja estendido em 1.700 metros até o supermercado Extra Riviera, com a implantação de galerias com 5 x 3 metros de largura e profundidade.

“Essa 1ª etapa da obra tem previsão para conclusão em agosto deste ano. Os próximos serviços serão nas estações de bombas da elevatória Télio Barreto, que terão sua capacidade aumentada em 4 vezes. O sistema das bombas está em pleno vapor, com gerador abastecido e estação recuperada. Contamos com uma equipe de plantão 24 horas para qualquer emergência”, destacou o secretário de Infraestrutura, Célio Chapeta.

Chapeta acrescentou também que após o aumento da capacidade de captação de água, os trabalhos irão se concentrar na microdrenagem, com o objetivo de atuar nos alagamentos pontuais dos bairros, problema que aflige os moradores da cidade.

“A macrodrenagem irá minimizar bastante, porém, podemos ter alguns pontos que serão resolvidos com a microdrenagem”, alertou o secretário.

Mais lidas da semana