Mídias Sociais

Política

Com o fim do prazo para as convenções partidárias, candidatos a prefeito e vice de Rio das Ostras têm até dia 19 para fazer registro no TSE

Avatar

Publicado

em

 

Município de Rio das Ostras conhecerá os nomes dos candidatos ao Executivo até o próximo sábado, 19, quando se encerra o prazo para realizar o registro de candidatura junto ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE)

Terminou nesta segunda-feira, 14, o prazo para a realização das convenções partidárias que definiram os candidatos a prefeito e vice-prefeito, além das coligações partidárias, visando as eleições suplementares para o Executivo de Rio das Ostras.

Com isso, os nomes dos candidatos devem ser anunciados nos próximos dias, já que a Resolução 128, de 2018, do Tribunal Regional Eleitoral do Estado do Rio (TRE-RJ), estabelece para o próximo sábado, 19, o prazo para o registro das candidaturas junto ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

Entre os prováveis nomes estão Flávio Poggian (PSD), que em sua página no Facebook já se intitula pré-candidato, além de Winnie Freitas (PSOL), Deucimar Talon (PRP) e o do vereador e ex-secretário municipal de Saúde, Marcelino da Farmácia (PV).

Outros nomes que ainda podem surgir no páreo são os dos 2 ex-prefeitos da cidade, Alcebíades Sabino (PSDB) e Carlos Augusto Balthazar (PMDB), que, alternadamente, comandaram o município desde 1 de janeiro de 1997.

Sabino foi prefeito da cidade de 1997 até 2004, “passando o bastão” para seu então “pupilo”, Carlos Augusto, que ficou no poder de 2005 a 2012, ano em que Sabino novamente retornou, ficando no cargo de 2013 a 2016, ano em que Carlos Augusto venceu outra vez, ficando no cargo de 2017 até o início desse ano, tendo seu registro indeferido e seu mandato suspenso em decisão do TSE, que convocou novas eleições.

De todos os nomes especulados na imprensa da região, Deucimar e o próprio Sabino ainda têm problemas com a Justiça Eleitoral, e podem repetir o acontecido com Carlos Augusto, tendo seus registros barrados. Os dois já provaram disso nas últimas eleições municipais, em 2016, e podem ver a história se repetir este ano, já que Deucimar é acusado de ter funcionários fantasmas em seu gabinete, enquanto foi vereador da cidade, entre 2013 e 2016, e Sabino é alvo de diversos processos pro corrupção, tendo seu nome, inclusive, citado nas investigações da Operação Lava Jato.

Depois de confirmados os registros de candidaturas, os candidatos já poderão começar suas campanhas no próprio domingo, 20, quando estará aberto o período para a realização de propagadas eleitorais.

Os vencedores do pleito majoritário de Rio das Ostras, em 24 de junho, serão empossados em ato do juiz da 184ª Zona Eleitoral até 16 de julho, exercendo o mandato – se mais nada der errado – até 31 de dezembro de 2020.

Mais lidas da semana