Mídias Sociais

Política

Ceam Itinerante é lançado no Dia Internacional da Mulher e já visita região serrana nesta quinta, 10

Publicado

em

 

Lançado nesta terça-feira, 8, no Dia Internacional da Mulher, o programa Ceam Itinerante, do Centro Especializado de Atendimento à Mulher (Ceam) de Macaé visita a região serrana nesta quinta-feira, 10, no Espaço do CriaSana.

A abertura do programa aconteceu na Praça Veríssimo de Mello, no centro da cidade, com a apresentação da Banda Emart, da Escola Municipal Maria José Guedes (Emart), da Secretaria de Cultura, com o tema “A regra é clara: violência contra a mulher não têm desculpas”.

Segundo a coordenadora geral de Políticas para as Mulheres, Jane Roriz, da Secretaria de Desenvolvimento Social, Direitos Humanos e Acessibilidade, objetivo do Ceam Itinerante é oferecer acesso a todas as mulheres, independente de classe, raça, etnia, e orientação sexual, sejam elas lésbicas, travestis, transexuais e transgêneros de identidade feminina.

Entre os serviços oferecidos durante a visita do Ceam Itinerante estão blitz educativa com a equipe da Patrulha Maria da Penha; inclusão, cadastramento e atualização do Cadastro Único (CadÚnico), do governo federal; orientações sobre agendamento para retificação do nome social para mulheres trans;  2ª via da carteira de identidade e agendamento; orientações, oficinas, e jogos educativos com cuidados preventivos contra a dengue, zika e chikungunya com enfoque na saúde da mulher durante a gravidez; oficinas, orientações e distribuição de kits e agendamento odontológico para as mulheres; além de aferição de pressão e glicose e oficina de mamografia e Papanicolau.

Além do CriaSana, no Sana, o programa passará por 5 lugares até o próximo dia 24, com previsão de passar pelo Centro de Referência de Assistência Social (CRAS) e pela Unidade de Pronto Atendimento (UPA) do Lagomar, pelo Assentamento Cabiúnas, pelo CRAS da Aroeira, por Córrego do Ouro.
A expectativa é de que, durante as visitas do Ceam Itinerante, sejam oferecidas informações e orientações sobre os direitos da mulher, sobre a Rede de Proteção e Atendimento à Mulher, e sobre a Lei Maria da Penha, além de outras orientações, oficinas, jogos educativos, e outras atividades.
Durante o lançamento do programa, o Ceam Itinerante contou com a parceria do Espaço Mulher Cidadã, da Fundação Leão XIII; do Centro de Especialidade Odontológica (CEO); da Secretaria Adjunta de Trabalho e Renda; da Coordenadoria de Acesso e Gênero; da Coordenadoria Especial de Promoção da Saúde dos Animais e Controle de Zoonoses; e das secretarias de Ordem Pública, de Mobilidade Urbana, de Educação, de Saúde, e de Cultura, além da Escola José Rodrigues.

De acordo com Jane Roriz, o Ceam Itinerante é um projeto que nasceu para ficar e será realizado todos os meses, sendo que a programação do mês de abril já está sendo definida pela gestão municipal em conjunto com os órgãos parceiros.

Além do Ceam, fazem parte da Rede de Proteção e Atendimento à Mulher de Macaé o Juizado de Violência Doméstica (JVD), a Defensoria Pública e o Ministério Público do Estado do Rio (DPRJ e MPRJ); a Área Técnica de Vigilância à Violência (Atavi); o Curso de Psicologia da Faculdade Católica Salesiana; o 32º Batalhão da Polícia Militar (32º BPM), que atua na Patrulha Maria da Penha; a 123ª Delegacia de Polícia Civil (123ª DP); o Instituto Médico Legal (IML); as secretarias Mobilidade Urbana, e de Ordem Pública; o Núcleo de Pesquisa e Extensão em Direito das Mulheres (NUPEDIM), da Universidade Federal Fluminense (UFF); e o Programa Municipal Saúde do Homem, da Secretaria de Saúde, entre outros.

Mais lidas da semana