Mídias Sociais

Política

Casimiro de Abreu inicia reabertura do comércio nesta segunda, 27, e anuncia retomada das atividades escolares nesta terça, 28

Avatar

Publicado

em

 

Em vídeo publicado neste domingo, 26, na página da prefeitura no Facebook, o prefeito de Casimiro de Abreu, Paulo Dames (PSB), anunciou a reabertura do comércio da cidade, flexibilizando as medidas de isolamento social e restrição de circulação em prevenção ao coronavírus.

“Desde o início da pandemia do novo coronavírus que o governo tem tomado medidas duras, recomendadas pela Organização Mundial da Saúde (OMS), pelo Ministério da Saúde, pelo Ministério Público [do Estado do Rio, MPRJ], Defensoria Pública. E os grandes sacrificados foram os comerciantes. A gente reconhece isso e sabe que os comerciantes foram sacrificados e cooperaram. Nesse momento, viemos com notícias positivas para a população, para o comércio. Adquirimos mais respiradores, então estamos com mais condições de melhor atender a população no enfrentamento do coronavírus. E, com essas ações, veio nos favorecer a abertura do comércio. Também estaremos abrindo o Centro de Triagem em Barra de São João nos próximos dias. O trabalho tem sido muito bem feito por todos na Saúde”, falou o prefeito no vídeo, antes de agradecer aos servidores públicos da Saúde do município.

A decisão parece ir na contramão dos números da pandemia que vêm sendo divulgados diariamente nos boletins da prefeitura neste mês de julho, quando o município apresentou um aumento de quase 60% dos casos do vírus confirmados, saltando de 392 casos em 1 de julho para 627 casos na última atualização divulgadas neste domingo, 26.

O crescimento também aparece nos números de casos fatais registrados pela Secretaria de Saúde de Casimiro neste mês de julho, quando as mortes por coronavírus na cidade aumentaram em 50%, saltando de 12 para 18 desde 1 de julho.

Mesmo assim, as medidas de flexibilização entraram em vigor nesta segunda-feira, 27, dia em que a prefeitura anunciou o retorno das atividades pedagógicas do município a partir desta terça-feira, 28, com os alunos dando continuidade ao ano letivo, recebendo as atividades para serem realizadas de forma virtual.

No comunicado divulgado também no Facebook, o município ressaltou que os alunos vêm recebendo esses materiais para continuar aprendendo mesmo fora das unidades de ensino, mas não explicou como fará para resolver os problemas das dificuldades de acesso à internet de parte dos alunos, problema que é nacional.

Para se ter uma ideia do tamanho desse problema no Brasil, segundo informações divulgadas pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) em abril desse ano, 1 a cada 4 brasileiros não têm acesso à internet, o que representaria mais de 46 milhões de pessoas.

Sobre a nova flexibilização das medidas de prevenção e reabertura do comércio, a prefeitura explicou que a decisão foi tomada após avaliação da Comissão de Enfrentamento da Covid-19 (sigla, em inglês, para Coronavirus Disease 2019).

De acordo com a prefeitura, o novo Centro de Triagem para o combate à pandemia no município funcionará em uma unidade de Pronto-Socorro 24 horas em Barra de São João, e juntamente com a chegada dos respiradores, proporciona a flexibilização das medidas.

No último dia 13 de junho, a prefeitura chegou a anunciar a reabertura do comércio na cidade, mas foi obrigada a recuar 2 dias depois, quando a taxa de internação no município chegou a 90% dos leitos destinados ao enfrentamento do coronavírus no município.

Na época, o plano de flexibilização do município estabelecia que, com essa taxa acima de 80%, a prefeitura deveria decretar bandeira vermelha e confinamento, mas o prefeito Paulo Dames pediu ao MPRJ e à Defensoria Pública que o recuo fosse até a bandeira amarela, para não paralisar completamente o comércio local, pedido que foi aceito com uma série de recomendações.

Com as novas medidas, até mesmo os templos e centros religiosos estão com data marcada para retomar as atividades presencias, no próximo dia 3 de agosto, quando os líderes religiosos já poderão preparar os locais físicos para começar a funcionar.

Sobre a retomada das atividades de educação da rede pública municipal, a prefeitura ressalta a destinação de um espaço no site do município que disponibiliza documentos com orientações para a prevenção do coronavírus.

“O espaço é destinado para facilitar que toda comunidade escolar, pais, alunos e responsáveis possam ter visibilidade de tudo o que está acontecendo na educação e buscar orientações para a realização das atividades pedagógicas neste momento de suspensão de aulas presenciais, devido à pandemia do coronavírus”, concluiu a prefeitura.

As aulas no município, assim como em todo o Estado do Rio, tanto na rede pública quanto na rede privada, estão paralisadas desde março, por decreto do prefeito Paulo Dames, seguindo outro decreto, do governador Wilson Witzel (PSC), de 14 de março.

Mais lidas da semana