Mídias Sociais

Política

Casimiro de Abreu e Rio das Ostras estudam criação de consórcio intermunicipal de saneamento e abastecimento de água

Avatar

Publicado

em

 

À esquerda na foto, Prefeito de Casimiro de Abreu, Paulo Dames (PSB), e Prefeito de Rio das Ostras, Marcelino Borba (PV), trabalham para criação de consórcio para operar abastecimento de água em Barra de São João e Rio das Ostras

O Prefeito de Casimiro de Abreu, Paulo Dames (PSB), e o Prefeito de Rio das Ostras, Marcelino Borba (PV), se reuniram nesta terça-feira, 12, onde conversaram sobre uma proposta de criação de um consórcio público de saneamento intermunicipal entre os 2 municípios e o Governo do Estado.

Segundo a proposta, as autarquias, Águas de Casimiro e Sistema Autônomo de Água e Esgoto (SAAE), de Rio das Ostras, passarão a atender, juntas, o distrito de Barra de São João, em Casimiro, e todo o município de Rio das Ostras, operando o sistema de captação, tratamento e abastecimento de água da Ponte do Baião, na região rural de Macaé.

Na ocasião, Paulo Dames aproveitou para reafirmar a parceria com Marcelino Borba para que as duas prefeituras pavimentem a Estrada Velha de Rio Dourado, que corta os 2 municípios, até o posto da Polícia Rodoviária Estadual, reunindo recursos dos municípios para esta obra.

Sobre o consórcio para ampliação do serviço de saneamento, Paulo Dames defendeu que, com o consórcio, melhoram o trabalho de manutenção e o controle operacional do sistema de água, eliminando um dos maiores gargalos enfrentados pela população de Barra de São João e Rio das Ostras.

“É a solução para os 2 municípios. Vamos aprimorar as condições de saneamento em Barra e resolver os problemas de falta d’água”, disse Paulo Dames, fazendo comparação aos serviços atualmente prestados pela Companhia Estadual de Águas e Esgoto do Rio (CEDAE).

“Os 2 municípios vão ganhar. Atualmente, boa parte da arrecadação com a prestação do serviço é revertida pela CEDAE para a capital. Os municípios ficam com ônus de ajudar a prestadora com manutenção, abertura de valas, asfaltamento, tubulação, etc. Hoje, não conseguimos ter efetivamente o controle do sistema. Com a arrecadação dentro do município, o recurso será voltado para melhorias no próprio sistema, não vai mais para a capital e vamos ver as melhorias”, explicou Luiz Gomes, presidente da autarquia Águas de Casimiro.

A proposta agradou a Marcelino Borba, que considerou a ideia do consórcio excelente para resolver os problemas de abastecimento de água enfrentados pela população de diversas localidades de Rio das Ostras.

“É uma proposta excelente para resolver de uma vez por todas os problemas que temos no abastecimento de água. Vamos libertar a população de Rio das Ostras e de Barra de São João da CEDAE. Será um grande avanço”, acredita Marcelino Borba.

Também participaram do encontro, o Secretário de Obras de Casimiro de Abreu, Alfredo Matheus; o procurador geral de Casimiro, Eduardo Pacheco; além dos vereadores de Casimiro, Lelei da Marmoraria (PSL), Carlos de Itamar (PSL) e Marquinho da Vaca Mecânica (PATRI).

A Prefeitura de Casimiro de Abreu revelou ainda que na próxima quinta-feira, 14, o procurador geral do município irá se reunir com a equipe da Prefeitura de Rio das Ostras para tratar dos próximos passos para a criação do consórcio.


 

Mais lidas do mês