Mídias Sociais

Política

Carapebus registra 7 novos casos do coronavírus desde a última sexta-feira, 11, mas mantém poucos casos fatais

Publicado

em

 

Com mais 7 casos confirmados do coronavírus entre os dias 11 e 14 deste mês, mas sem novos casos fatais provocadas pela doença no mesmo período, a Prefeitura de Carapebus continua com a sua campanha municipal de vacinação nesta quarta-feira, 16, para profissionais de educação e pessoas com comorbidades.

Os dados são de boletim informativo sobre a situação da pandemia na cidade divulgado nesta segunda-feira, 14, que registrava 1.410 casos confirmados do coronavírus, e 21 casos fatais provocados pela doença, se mantendo na bandeira de risco amarela.

No último boletim divulgado na última sexta-feira, 11, a cidade registrava 1.403 casos confirmados do coronavírus e 21 casos fatais provocados pela doença, também se encontrando na bandeira de risco amarela.

Sobre a campanha de vacinação municipal, a prefeitura reforça que a imunização será destinada aos profissionais de educação dos segmentos do Ensino Fundamental e do Ensino Médio, aos professores da Secretaria de Cultura, e aos professores de educação física da Secretaria de Esporte.

A vacinação no município acontece na Escola Municipal Salim Selem Bichara, das 9h às 12h, e para receber as doses, os profissionais de educação precisam apresentar documentação que comprove vinculação ativa com as unidades das secretarias de Educação, de Cultura, ou de Esporte, além das escolas particulares.

A prefeitura lembra ainda a importância das 2.174 pessoas que tomara a 1ª dose e ainda não completaram a imunização com a 2ª dose, que fiquem atentos ao calendário de vacinação municipal e procurem as unidades de Saúde para receber a dose complementar, necessária a imunização contra o coronavírus.

De acordo com números divulgados pela prefeitura também na última sexta-feira, 11, com o “vacinômetro”, ao todo, o município aplicou a 1ª em 4.232 pessoas, tendo completado a imunização com a 2ª para 2.058 pessoas, restando 2.174 pessoas.

Entre os grupos vacinados, seguindo as diretrizes do Plano Nacional de Imunização (PNI), do Ministério da Saúde, estão idosos a partir de 60 anos, profissionais de saúde, pessoas com comorbidades, pessoas com deficiência, agentes das forças de segurança e salvamento, profissionais de educação e trabalhadores do setor offshore.

Mais lidas da semana