Mídias Sociais

Cidades

Carapebus e Quissamã elegem mulheres para comandar a prefeitura municipal

Avatar

Publicado

em

 

Eram apenas 5 mulheres disputando a prefeitura em 11 cidades da Região dos Lagos e do Norte Fluminense nestas eleições municipais do último domingo, 2 de outubro, e das três eleitas, coincidentemente, duas são esposas de ex-prefeitos.

Foi o que aconteceu em Carapebus, que elegeu Christiane Cordeiro (PP, na foto), esposa do ex-prefeito inelegível Eduardo Cordeiro (PP), a primeira mulher prefeita da cidade, com 6.201 votos, mais da metade dos votos válidos no município.

Bem diferente de outras cidades da região, que terão suas eleições decididas na Justiça, em Carapebus, onde todos os candidatos a prefeito estavam aptos para a votação, Christiane foi eleita com 61,12%, contra apenas 21% do segundo colocado, o vereador Bernard Tavares (PSD), que somou 2.131 votos.

Em terceiro lugar, ficou Luiz Fragoso (PDT), com 1.687 votos (16,63%), seguido de Pastor Manoel Pereira, com 62 votos (0,61%), Alexandre Guedes, com 41 votos (0,4%), e Manoel Moço, com 24 votos (0,24%).

 

3-primeira-prefeita-reproducao

Futura prefeita de Quissmã, Fátima (PTN) comemora vitória nas eleições deste domingo, 2, em carreata, ao lado do vereador e seu vice-prefeito, Marcelo Batista (PMDB). (Foto: Reprodução)


Prefeita
– Em Quissamã, a ex-vereadora Fátima (PTN), que perdeu em 2012 para o ex-prefeito Octávio Carneiro (PP), dessa vez não teve muitas dificuldades para derrotar nas urnas seus dois principais rivais, Armando Carneiro (PSB) e Nilton Furinga (PSDB), no último domingo, 2 de outubro.

Com 6.679 votos, Fátima obteve 46,03% e foi eleita prefeita em Quissamã, deixando Carneiro, com 5.098 votos (35,14%) e Furinga, com 2.365 votos (16.03%), para trás, bem como Djamin Ferreria, que teve 367 votos (2,53%).

 

“Tapetão” – Já em Conceição de Macabu, a situação será decidida na Justiça, já que o atual prefeito, Cláudio Linhares (PMDB), que obteve a maior votação neste domingo, com 4.637 votos, permanece com a situação de seu registro de candidatura “indeferido com recurso”, e por isso, está com os votos zerados, mesma situação de Ercino (PEN), que somou 1.988 votos e estaria na terceira posição.

Caso Linhares não consiga reverter a situação na Justiça Eleitora, a prefeitura em Macabu será comandada por Dr. José (PSDB), que obteve  4.006 votos, e, sem contar com os votos nos dois candidatos até então inelegíveis, tem 60,82% dos votos válidos.

Atrás dele, estão Túlio Gabriel, com 1.422 votos (21,59%), o vereador Kódia Ramalho (PSB), com 1.135 votos (17,23%), e Maurício da Amorosa, com 24 votos (0,36%).

Tunan Teixeira

 

Confira os vereadores eleitos nas 3 cidades

 

Carapebus

Deuti (PSDC) – 659 votos (6,5%)

Tânia Cabral (PSB) – 587 votos (5,79%)

Marquinho Pacato (PMDB) – 521 votos (5,14%)

Anselmo Prata (PSDB) – 456 votos (4,5%)

Borginho (PP) – 429 votos (4,23%)

Maicon Veio (PSD) – 347 votos (3,24%)

Tuti (PDT) – 307 votos (3,03%)

Dandinho (PP) – 221 votos (2,18%)

Wagner Mello (PTdoB) – 209 votos (2,06%)

 

Quissamã

Alexandre Moreira (PSC) – 792 (5,48%)

Luciano Pessanha (PRB) – 700 votos (4,84%)

Marquinhos Marikita (DEM) – 591 votos (4,09%)

Calico (PRB) – 573 votos (3,96%)

José Borba (PMDB) – 510 votos (3,53%)

Juninho (PPS) – 464 votos (3,21%)

Xande Moreno (PSDB) – 403 votos (2,79%)

Luiz de Acil (SD) – 393 votos (2,72%)

Léo da Sis (PMB) – 354 votos (2,45%)

 

Conceição de Macabu

Valmir Lessa (PDT) – 655 votos (4,82%)

André da Mudança (PSD) – 566 votos (4,16%)

Guta (PTB) – 484 votos (3,56%)

Paulo Henrique P.H. (PR) – 385 votos (2,83%)

Sandro Daumas (PSL) – 382 votos (2,81%)

Toninho da Saúde (DEM) – 359 votos (2,64%)

Barcelos Resina (PPL) – 348 votos (2,56%)

André Fisioterapeuta (PEN) – 339 votos (2,49%)

Dr. Fernando Veterinário (PMDB) – 321 votos (2,36%)

Nathália Braga (PSDB) – 298 votos (2,19%)

Messias (PSDB) – 263 votos (1,94%)

 

Mais lidas da semana