Mídias Sociais

Cidades

Candidato a vereador em Rio das Ostras pode ficar fora das eleições por atraso em filiação

Avatar

Publicado

em

 

O vereador Betinho (PTN) e outros 20 candidatos da coligação “Juntos Rumo à Vitória”, que também conta com o PT, e que apoia a tentativa de reeleição do Prefeito de Rio das Ostras, Alcebíades Sabino (PSDB), pode ficar de fora as eleições municipais que acontecem no próximo dia 2 de outubro.

Isso porque, segundo o blog Rio das Ostras Jornal, os registros das candidaturas deles foram impugnados por conta do atraso no prazo de filiação partidária no Tribunal Superior Eleitoral (TSE), conforme previsto na Legislação Eleitoral.

De acordo com a publicação, o PTN já vem apresentando problemas desde a pré-campanha, pois antes das convenções partidárias, o partido estava apoiando a candidatura do ex-prefeito Carlos Augusto Balthazar (PMDB), mas, segundo alguns filiados, sem nenhuma explicação, passou apoiar Sabino.

O blog diz ainda que, “coincidentemente”, o presidente do PTN teria sido nomeado para um cargo comissionado na Prefeitura de Rio das Ostras, mesmo sem ter aparecido para trabalhar.

“Na verdade, ele vendeu o partido para ganhar um dinheiro. Nós não fomos sequer consultados. Quando me apresentei como pré-candidato, íamos apoiar uma pessoa e depois trocaram sem mais nem menos. Quer dizer, somente pelo interesse do presidente”, teria relatado um candidato do PTN ao blog.

Curiosamente, dos 20 candidatos da coligação, somente a candidatura do atual presidente da Câmara, Nini (PTN), foi deferida até o fim da tarde desta sexta-feira, 9.

“Tenho certeza que está havendo uma proteção ao presidente da Câmara. Porque só a dele está deferida? Todo mundo sabe que o Sabino sempre protegeu o Nini. Estamos indignados com essa situação e com o descaso do setor jurídico com a gente”, relatou o candidato, que preferiu o anonimato.

Tunan Teixeira

Mais lidas da semana