Mídias Sociais

Política

Câmara de Macaé quer alteração no calendário de vacinação contra o coronavírus para inclusão dos bancários como prioritários

Publicado

em

 

A Câmara Municipal de Macaé quer alterar o calendário de vacinação contra o coronavírus da prefeitura para a inclusão dos profissionais bancários no grupo prioritário de imunização.

A proposta feita através de projeto de lei de autoria do presidente da Câmara, vereador Cesinha (PROS), foi aprovada em sessão ordinária realizada na manhã desta quarta-feira, 7, com apoio de diversos parlamentares, entre eles, a vereadora Iza Vicente (REDE), que lembrou que a vacinação da população em geral precisa avançar para alcançar também outros grupos de pessoas.

“A gente já vem discutindo isso, essas questões das atividades que não tiveram seus trabalhos suspensos pelo PNI (Plano Nacional de Imunização) federal. A gente sabe que, mais que um direito, é uma obrigação do poder público imunizar também essas pessoas. E a gente sabe que, através do sindicato, recebemos aqui o então ex-vereador Danilo Funke (PT), e o presidente do sindicato dos bancários [Paulo Alves Júnior], e eles pediram que a gente pudesse regulamentar, através de uma lei municipal, e eu tive o prazer de elaborar o projeto de lei para que a gente tornasse também esses trabalhadores em grupos prioritários. E hoje a gente já tem já divulgado pelo PNI colocando eles como prioritários a tomar a vacina. Então, a gente já antecipou. A gente regulamenta através de uma lei municipal. Ontem a gente teve o prazer também para sancionar a lei aqui pela Câmara Municipal e o prazo já tinha expirado pelo município, e a gente colocou todas aquelas atividades que não tiveram sues trabalhos suspensos como grupo prioritário, regulamentando, através do PNI federal, e regulamentando também no município de Macaé. E hoje a gente também coloca esse público das agências bancárias como grupo prioritário”, explicou Cesinha.

Após a matéria aprovada, o presidente da Casa voltou a criticar o PNI, que deixou de fora dos grupos prioritários de vacinação classes como a dos motoristas de ônibus e vans que atuam no transporte público, além dos bancários, trabalhadores dos correios, da limpeza urbana, e de supermercados e feirantes, entre outras atividades que continuaram trabalhando presencialmente durante toda a pandemia.

Cesinha explicou que a prefeitura não podia alterar o direcionamento das doses, pois elas chegam do governo estadual carimbadas para os grupos prioritários definidos no PNI, do Ministério da Saúde, que é responsável pela distribuição das doses das vacinas através dos governos estaduais.

Lembrando vitórias como as da inclusão de gestantes e lactantes nos grupos prioritários de vacinação contra o coronavírus na campanha municipal, a vereadora Iza Vicente pediu que a prefeitura continue avançando com a imunização da população em geral, acreditando que esse processo acabará contemplando as categorias esquecidas pelo PNI.

“Acredito também que precisamos avançar na [vacinação da] população em geral, como avançamos essa semana. Estava até discutindo lá no gabinete; por exemplo, o grupo lá de motoristas de ônibus, talvez muitos vão ser contemplados essa semana já, na faixa de idade. Então eu apoio o projeto, apoio também na questão dos bancários, mas fazer esse esforço aí também para acelerar no geral que acaba alcançando também esses grupos”, ponderou a vereadora.

Clique Diário

E. L. Mídia Editora Ltda
CNPJ: 09.298.880/0001-07
Redação: Avenida Atlântica, 2.500, sala 22 – Cavaleiros – Macaé/RJ

cliquediario@gmail.com
(22) 2765-7353

Mais lidas da semana