Mídias Sociais

Política

Câmara quebra o silêncio sobre casos de José Prestes e Neto Macaé

Publicado

em

 

No fim da tarde da última segunda-feira, 5, a Câmara Municipal de Macaé finalmente quebrou o silêncio e divulgou uma nota em que anunciou estar apurando internamente o caso dos dois vereadores envolvidos em investigações de peculato, José Prestes (PPS), afastado do mandato em dezembro de 2017, e Neto Macaé (PTC), preso pela Polícia Federal na última terça-feira, 28.

"A Comissão de Ética, Moral, Bons Costumes e Decoro Parlamentar informa que iniciou os trabalhos sobre a situação dos parlamentares José Franco de Muros, o José Prestes, e José Queiróz dos Santos Neto, o Neto Macaé. Os servidores envolvidos nos casos começaram a ser ouvidos pela Comissão nesta segunda-feira (5)", informou a nota.

Os encarregados de avaliar a situação dos vereadores são o presidente da Comissão, Julinho do Aeroporto (PMDB), o relator, Marcel Silvano (PT), e o titular, Dr. Luiz Fernando (AVANTE). O resultado da apuração interna ainda não tem data para ser divulgado, mas poderia culminar com a perda definitiva dos mandatos dos dois parlamentares.


 

Mais lidas do mês