Mídias Sociais

Política

Câmara de Macaé aprova pedido de vereador governista para liberação da pista do Aeroporto

Avatar

Publicado

em

 

Nesta quarta-feira, 5, a Câmara Municipal de Macaé aprovou por unanimidade dos presentes um requerimento do vereador Luciano Diniz (MDB) pedindo a liberação da pista do Aeroporto para o retorno de voos comerciais de passageiros no município.

A nova pista, assim como o novo terminal do Aeroporto, foi entregue em cerimônia realizada em março desse ano, com a presença de diversas autoridades, entre políticos e representantes do governo federal.

Na ocasião, a diretora de relações institucionais da Azul Linhas Aéreas, Patrícia Xavier, revelou que a empresa tinha planos para de retomar os voos, paralisados em 2015, citando até a mesmo a expectativa disso acontecer antes da realização da Brasil Offshore 2019, que acontece em Macaé entre os dias 25 e 28 deste mês.

Porém, mesmo após o leilão para a concessão de 12 aeroportos brasileiros, entre eles o Aeroporto de Macaé, por motivos burocráticos, os voos ainda não foram liberados pela Agência Nacional de Aviação Civil (ANAC), alvo do requerimento do vereador.

“A gente está solicitando à ANAC para fazer a liberação dos voos aqui, uma vez que o consórcio já está funcionando, o consórcio liderado pela Zurich, e a gente vai ter nos próximos dias os voos liberados para o nosso município fazer escala em todo Brasil, quiçá no mundo”, comemorou Luciano Diniz após a sessão desta quarta, na Câmara, citando a Zurich Airport, que já atua nos aeroportos de Florianópolis, em Santa Catarina, e Confins, em Minas Gerais, e que faturou os aeroportos de Macaé e Vitória, no Espírito Santo, por 437 milhões de reais, no leilão realizado no mesmo mês de março.

A demora em retornar com os voos comerciais de passageiros contraria, inclusive, a enorme expectativa gerada pelo Secretário Nacional de Aviação Civil, Ronei Glanzmann, que durante a coletiva de entrega da nova pista e do novo terminal do Aeroporto de Macaé, já sinalizava que isso aconteceria em breve.

“A presença da Azul [Linhas Aéreas] também é muito importante nesse momento de retomada do crescimento não só da cidade, mas do Estado e do Brasil. Para isso, a retomada dos voos regulares é fundamental. E eu acredito que isso acontecerá em Macaé em breve. Não só com a Azul, mas com outras empresas também. É bom lembrar que há uma Medida Provisória (MP) tramitando no Congresso para abrir o mercado da aviação no Brasil para o capital internacional. Queremos ter não apenas uma, mas várias companhias operando em Macaé e nos nossos aeroportos, a preços justos, porque entendemos que tornar acessíveis os voos à população também é fomentar o crescimento”, avaliou Glanzmann, há quase 3 meses.

No requerimento aprovado pela Câmara nesta quarta-feira, Luciano Diniz lembra que o retorno dos voos pode ligar Macaé a diversas capitais, ampliando a rota do turismo de negócios e de lazer da cidade, e pede celeridade na homologação da pista, já solicitada pelo gestor do aeroporto a ANAC.

“Nosso mandato tem sido procurado por diversas empresas para intercedermos junto aos órgãos competentes no que tange ao início da operação do Aeroporto de Macaé, considerando a retomada dos investimentos na área offshore na região”, justificou o vereador no texto da proposição.

Mais lidas da semana