Mídias Sociais

Política

Câmara de Macaé aprova destinação de R$ 17,1 mi para auxiliar prefeitura na compra das vacinas contra o coronavírus

Publicado

em

 

A Câmara Municipal de Macaé aprovou, em sessão extraordinária do fim da manhã desta quarta-feira, 16, a destinação de mais de 17 milhões de reais do Legislativo para o Executivo com objetivo de assegurar a compra das vacinas contra o coronavírus conveniadas pela prefeitura e o Instituto Butantan, de São Paulo.

O acordo entre o município e o instituto paulista, que desenvolve, em parceria com a biofarmacêutica chinesa Sinovac Biontech, uma vacina contra o coronavírus, prevê a aquisição de 500 mil doses do imunizante que seria utilizado já a partir de janeiro de 2021 em Macaé.

Justamente para auxiliar o município na compra das vacinas, o vereador Marcel Silvano (PT) propôs, em sessão desta terça-feira, 15, a destinação dos 17,187 milhões de reais de todas as 51 Emendas Parlamentares Impositivas (EPIs) dos 17 vereadores.

“Estamos novamente na bandeira vermelha e o prefeito já encaminhou um projeto de lei para que a cidade compre a vacina. Diante desta gravidade, defendo que os recursos dessas emendas sejam direcionados para o enfrentamento da pandemia”, justificou Marcel Silvano ao propor a medida, nesta terça.

Com 12 vereadores presentes virtualmente à sessão extraordinária que entrou pela tarde desta quarta-feira, a Câmara aprovou a medida por unanimidade, se antecipando a um projeto de lei do prefeito Dr. Aluízio (sem partido) que pede autorização ao Legislativo para a compra das vacinas.

Autor da matéria, Marcel Silvano agradeceu aos colegas vereadores presentes e elogiou a postura da Câmara no debate sobre a proposta, lembrando que os recursos só devem ser usados pelo próximo prefeito, o ainda deputado estadual Welberth Rezende (CIDADANIA), vencedor da última eleição municipal em Macaé.

O vereador do PT aproveitou ainda para criticar a onda negacionista que vem propagando discursos antivacinas, e que encontra apoio no próprio presidente da república, Jair Bolsonaro (sem partido), que já anunciou, inclusive, que não vai se vacinar.

Outros que se posicionaram favoráveis à importância da vacina contra o coronavírus, os vereadores, Dr. Márcio Bittencourt (CIDADANIA) e Maxwell Vaz (SOLIDARIEDADE), também elogiaram a proposta e pediram atenção do próximo governo municipal para campanhas de prevenção ao contágio da doença que já ultrapassou os 12 mil casos confirmados e as 200 mortes em Macaé.

Mais lidas da semana