Mídias Sociais

Política

BRK Ambiental e Prefeitura de Macaé apresentam dados e fazem balanço das ações da PPP em 2019

Avatar

Publicado

em

 

Nesta quinta-feira, 2 de janeiro, a Prefeitura de Macaé divulgou números sobre sua Parceria Público-Privada (PPP) com a BRK Ambiental, concessionária responsável pelo serviços de esgotamento sanitário no município.

Segundo os dados apresentados pela empresa e pelo município, em 2019, as ações da ampliação da rede de coleta e tratamento de esgoto, com mais de 28 milhões de reais em investimento somente na etapa das obras de saneamento, que chegaram a vários bairros da cidade no ano passado.

Para a prefeitura, as obras vão contribuir para a saúde, o desenvolvimento sustentável em diversas áreas, além da preservação do meio ambiente na cidade. Assinada em 2012 na gestão do ex-prefeito Riverton Mussi (PDT) e iniciada em 2013, já na gestão do atual prefeito, Dr. Aluizio (PSDB), a PPP já investiu 151 milhões de reais em obras em Macaé.

Nesses 6 anos, foram 66 quilômetros (km) de redes, além das Estações de Tratamento do Esgoto (ETEs) do Mutum e do Centro, do Subsistema Centro, e do trabalho que segue para aumentar o acesso à coleta e ao tratamento de esgoto no município.

“São obras que vão beneficiar os bairros Centro, Imbetiba, Valentina Miranda, Praia Campista, Vale Encantado, Cancela Preta, Parque Duque de Caxias, Jardim Vitória, Jardim Santo Antônio, Nova Macaé”, listou a prefeitura.

A empresa e o município salientaram também as melhorias promovidas pelo Subsistema Lagomar, estruturado pela prefeitura, e que conta com 56 km de redes coletoras de esgoto e 14 estações elevatórias, sendo 11 no Lagomar e 3 no Engenho da Praia, além da ETE Lagomar, que tem capacidade para tratar até 40 litros de esgoto por segundo, estrutura que agora é administrada pela BRK Ambiental.

Diretor da concessionária, Sérgio Trentini contou que, somados todos os valores de investimentos em Macaé, estão previstos 600 milhões de reais destinos à universalização do sistema de esgotamento sanitário no município.

“Os investimentos em saneamento seguem em 2020, com valores previstos em obras que chegam a mais de 90 milhões de reais para a ampliação da rede coletora e do tratamento de esgoto na cidade, melhorando o saneamento e a qualidade de vida da população. O planejamento para o próximo ano vai além das obras, já que, mesmo mantendo uma rotina preventiva contínua, muitas vezes o trabalho realizado esbarra no uso incorreto da rede coletora de esgoto. Prova disso é o número dos atendimentos a ocorrências operacionais, que somaram 11.427 mesmo antes do fechamento dos dados de 2019. E nesses trabalhos de limpeza das redes e das ligações de esgoto, os materiais mais encontrados são resíduos sólidos. Por isso, o objetivo da PPP em 2020 é também ampliar o alcance das ações sociais e de conscientização sobre saneamento, que chegaram a quase seis mil pessoas em Macaé no ano passado”, revelou a BRK Ambiental.

Mais lidas da semana