Mídias Sociais

Política

Bernard Tavares vence Dandinho e será o novo prefeito de Carapebus até 31 de dezembro de 2024

Publicado

em

 

Em eleições suplementares realizadas neste domingo, 7, o município de Carapebus escolheu seu novo prefeito, Bernard Tavares (REPUBLICANOS), que venceu o pleito com 5.293 votos, ou 53,14% dos votos válidos.

“Quero agradecer a todos que estiveram conosco nesta campanha: homens, mulheres, crianças, trabalhadores, donas de casa. Convido cada um de vocês para romper este sistema e mudar Carapebus, porque esta cidade é nota 10 e merece mais. Muito obrigado pela confiança”, agradeceu Bernard Tavares, segundo o site de seu partido.

O novo prefeito do município, que deve tomar posse ainda neste mês de novembro, derrotou o presidente da Câmara Municipal, vereador Dandinho (AVANTE), que esteve à frente do município como prefeito interino desde agosto, após o afastamento da ex-prefeita, Christiane Fernandes (PP), após decisão do Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

O pleito deste domingo terminou com Dandinho em 2º lugar, somando 4.620 votos, o equivalente a 46,39% dos votos válidos, e o engenheiro Edward Araújo (PMB) em 3º lugar, com apenas 47 votos, ou 0,47% dos votos válidos.

De acordo com o Tribunal Regional Eleitoral do Estado do Rio (TRE-RJ), a contabilização dos votos e o resultado da eleição suplementar foram obtidos ainda no fim da tarde de domingo, às 18h10, com o novo prefeito eleito.

O mandato da chapa formada por Bernard Tavares e o vice-prefeito Borginho (CIDADANIA), vai até o dia 31 de dezembro de 2024, ano que os eleitores da cidade voltarão às urnas nas próximas eleições municipais.

Segundo o TRE-RJ, que transmitiu ao vivo em seu canal oficial a Auditoria de Funcionamento em Condições Normais de Uso, o também chamado teste de integridade, a diplomação dos eleitos está prevista para o próximo dia 29.

“Aqui estão os documentos que, uma vez comparados, demonstram não haver desvios de votos na eleição”, explicou o desembargador Cláudio dell’Orto, presidente do TRE-RJ, que a segurança e a confiabilidade do processo eleitoral.

De acordo com a Justiça Eleitoral fluminense, as eleições suplementares de Carapebus ocorreram de maneira tranquila durante todo o domingo, com apenas duas ocorrências mobilizando a fiscalização do TRE-RJ, com duas pessoas foram detidas, a 1ª por boca de urna e a 2ª por suspeita de compra de votos.

“Foram contabilizados 96 votos em branco e 208 nulos nas eleições. Nenhuma das 35 urnas eletrônicas utilizadas nos 6 locais de votação do município precisou ser substituída. Um total de 2.356 eleitores deixaram de comparecer, abstenção que representa 18,67% do eleitorado apto a votar”, detalhou o TRE-RJ.

A Justiça Eleitoral fluminense lembra que, quem não compareceu à votação deste domingo, nem fez a justificativa, tem até 60 dias para justificar a ausência nas urnas ou sofrerá as penas previstas na legislação federal.

“Essa justificativa pode ser feita pela internet, no site do TRE-RJ, ou pelo aplicativo E-Título, que pode ser baixado nas plataformas Google Play e App Store”, concluiu o órgão.

Mais lidas da semana