Mídias Sociais

Política

Beneficiários do Bolsa Alimentação de Macaé já estão recebendo os pagamentos da 16ª parcela do programa social

Publicado

em

 

A Prefeitura de Macaé divulgou nesta semana mais uma listagem de beneficiários do programa Bolsa Alimentação, auxílio emergencial criado em 2020 para todos os alunos matriculados da rede pública municipal de ensino que se cadastraram no programa.

Os auxílios, no valor de 200 reais por aluno matriculado e cadastrado, começaram a ser pagos nestas quinta e sexta-feira, dias 15 e 16, nas contas correntes e contas poupanças inscritas nos cadastros.

“A recomendação é que além das contas correntes, os pais e responsáveis também verifiquem as contas poupanças”, alerta a prefeitura.

Nesta nova listagem, referente à 16ª parcela do benefício, também consta a liberação dos beneficiários com pendências, cujos dados informados com inconsistências  foram conferidos e corrigidos.

Proposto em abril de 2020 pela gestão do ex-prefeito Dr. Aluízio (sem partido) com o valor de 100 reais, o auxílio emergencial do Bolsa Alimentação teve seu valor dobrado para 200 reais na aprovação do programa pela Câmara Municipal, que destinou, na época, 5,3 milhões de reais do Fundo do Legislativo para o benefício.

O programa foi criado após a paralisação das aulas presenciais no município, em 16 de março de 2020, em razão da pandemia do coronavírus, medida que deixou os mais de 42 mil alunos matriculados na rede pública municipal sem acesso à merenda escolar, considerada principal refeição diária de milhares de crianças e jovens matriculados na rede que vivem em situação de vulnerabilidade social.

A prefeitura esclarece que, em caso de dúvidas, pais e responsáveis devem entrar em contato com as escolas através da lista disponibilizada no portal oficial do município, lembrando que o atendimento ao público nas escolas acontece de segunda a sexta-feira, das 8h às 14h.

O município ressalta, porém, que, caso a faixa do covidímetro esteja amarela, o atendimento das unidades públicas municipais de ensino passa a ser apenas às terças e quintas, e, em caso de faixa laranja, o atendimento acontece apenas quinta-feira.

“O processo do Bolsa Alimentação envolve um cadastro com a escola municipal, em que o próprio beneficiário informa dados bancários e CPF e, qualquer inconsistência nessas informações impossibilita o pagamento. A equipe do Bolsa Alimentação atua com força tarefa para atender prioritariamente todas as demandas enviadas pelos diretores das escolas quanto ao pagamento do auxílio aos estudantes. A secretaria também  está atendendo pelos endereços eletrônicos: bolsa.alimentacao.macae@gmail.com e ouvidoria.bolsa.alimentacao@gmail.com”, concluiu a prefeitura.

Mais lidas da semana