Mídias Sociais

Política

Área no entorno do Mercado de Peixes de Macaé segue ganhando ações de revitalização

Avatar

Publicado

em

 

Equipes da Prefeitura de Macaé trabalham na revitalização e urbanização da área no entorno do novo Mercado de Peixes, no centro da cidade

Com o novo anexo funcionando há pouco mais de um mês, desde a inauguração do prédio, onde funcionava o antigo Restaurante Popular Prato Cheio, no centro de Macaé, o novo Mercado de Peixes está ganhando também uma revitalização em seu entorno.

Em fase de acabamento, após a demolição do antigo espaço onde os comerciantes do pescado municipal trabalhavam sem tanta estrutura, o local está recebendo revitalização e vai se tornar uma praça para que moradores, trabalhadores e turistas aproveitem as belezas do local que abriga o cais de Macaé, o Mercado de Peixes e o recém-inaugurado anexo Hamilton Rodrigues Mansur.

Na última quinta-feira, 29, a prefeitura começou a instalação dos brinquedos e equipamentos para atividades físicas. A preocupação com a área é uma das mais antigas da atual gestão dão município, que, desde 2013, vem buscando restaurar, preservar e até criar novos espaços que ajudem a resgatar a história daquela Macaé de antes da chegada da Petrobras, no final dos anos 70.

“Com cerca de 800 metros quadrados (m²), o local está se transformando numa praça que oferecerá lazer e espaço para atividades físicas. O projeto contempla parquinho de madeira, banquinhos para que a população desfrute da paisagem local, paisagismo, iluminação. Na parte das atividades físicas, haverá prancha e barra. Esse é mais um processo da revitalização dessa área iniciada em 2015 com a reinauguração do Mercado de Peixes”, detalhou o governo municipal.

Inaugurado em 2015, o novo Mercado de Peixes ocupa área de cerca de 1.000 m², com 44 bancas, para o comércio de pescado, funcionando no prédio de 2 andares, e que, no último dia 29 de julho, ganhou um anexo com mais 18 bancas.

Mais lidas da semana