Mídias Sociais

Política

ANP divulga valores de royalties recebidos em setembro desse ano com queda de 4,1% em Macaé em relação a setembro de 2018

Avatar

Publicado

em

 

A Agência Nacional de Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP) divulgou recentemente os valores dos repasses royalties às cidades e estados produtores em todo o país, e na região, os números variam de cidade para cidade.

De acordo com os números divulgados sobre o mês de setembro desse ano, o município que mais recebeu repasses de royalties neste mês foi Macaé, com 51,3 milhões de reais, seguido de Campos dos Goytacazes, com 28,4 milhões de reais, e Araruama, com 13,9 milhões de reais.

Município conhecido como a Capital Nacional do Petróleo, por abrigar a maior cadeia de empresas do setor no interior do Estado e uma das maiores em todo o mundo, Macaé também aparece no topo da lista em valores acumulados ao longo desse ano, com mais de 438 milhões de reais até setembro de 2019.

Em segundo lugar, aparece Campos, com um total acumulado de mais de 284,2 milhões de reais, e Cabo Frio, com 113,3 milhões de reais, que aparece seguida de perto por Rio das Ostras, com 97,8 milhões de reais, com São João de Barra logo atrás, com mais de 81 milhões de reais somente este ano.

Entretanto, comparando os valores de repasses de setembro deste ano com os valores repassados em setembro de 2018, os números apresentam variação, com alta apenas em Araruama (+897,6% em 1 ano), Arraial do Cabo (28,9%), Conceição de Macabu (4,6%), Iguaba Grande (4,6%) e São Pedro da Aldeia (4,6%).

Nos demais municípios da Região dos Lagos e do Norte Fluminense, as quedas variam entre os 2,5% em Quissamã e os 32,2% em Rio das Ostras. Armação dos Búzios (15,2%), Cabo Frio (16,1%), Campos (31,6%), Carapebus (21,7%), Casimiro de Abreu (20,4%), Macaé (4,1%), e São João da Barra (14,7%), também apresentaram quedas entre os meses de setembro de 2018 e 2019.

Os números divulgados no último relatório da ANP, porém, são de crescimento quando avaliados os totais acumulados entre janeiro e setembro de 2019 em comparação com os acumulados no mesmo período de 2018, novamente com valores impressionantes para Araruama, que saltou de pouco mais de 10 milhões de reais no ano passado para mais de 58 milhões de reais nos primeiros 9 meses deste ano, com alta de 485,7%.

Entre os outros municípios que apresentaram alta no período em relação ao ano passado estão Arraial do Cabo (56,2%), Quissamã (32,5%), Macabu, Iguaba e São Pedro (15,1%), Búzios (10,5%), Cabo Frio (6%), Macaé (4,2%), Casimiro (2,1%), e Carapebus (1,6%).

Para as outras cidades da região, somando apenas os primeiros 9 meses de 2019 e o mesmo período de 2018, houve queda no total acumulado de royalties em Campos (13,9%), Rio das Ostras (9,5%) e São João da Barra (0,9%).

Mais lidas da semana