Mídias Sociais

Política

Ainda sem casos de coronavírus confirmados até o início da tarde desta terça, 24, Rio das Ostras e Casimiro seguem em alerta

Avatar

Publicado

em

 

Ainda sem casos confirmados do coronavírus até o início da tarde desta terça-feira, 24, as cidades de Rio das Ostras e Casimiro de Abreu, seguem anunciando medidas de prevenção contra o avanço do novo coronavírus no país e no Estado do Rio.

Nesta terça, a Prefeitura de Casimiro de Abreu informou que 4 pessoas do município apresentaram sintomas da doença nesta segunda-feira, 23, a passaram a ser monitoradas pela Vigilância em Saúde, atingindo assim o número de 9 pacientes com casos suspeitos na cidade.

Segundo o município, desses 9 casos, 8 pacientes estão com sintomas leves semelhantes aos ligados ao coronavírus pelos órgãos internacionais de saúde, e seguem em quarentena domiciliar, e apenas 1 paciente permanece internado com sintomas graves, embora a prefeitura não tenha informado se a internação se dá em unidade da rede pública ou privada.

Desde o último domingo, 22, assim como acontece em todos os municípios da região, o prefeito de Casimiro, Paulo Dames (PSB), decretou o fechamento do comércio em toda a cidade e no distrito de Barra de São João, incluindo bares, restaurantes e lanchonetes. Também como acontece na região, a exceção é para supermercados, mercados, mercearias, farmácias, depósitos de gás, hortifruti, açougues, peixarias, padarias, mas diferente de cidades como Campos dos Goytacazes e Macaé, em Casimiro ainda estão funcionando clínicas médicas e odontológicas, e laboratórios de exames clínicos e clínicas de vacinação e pet shops.

Outros serviços que seguem permitidos em Casimiro são de atendimento de emergência nas clínicas veterinárias para a saúde dos animais, assim como de postos de combustível, e agências bancárias, considerados essenciais pela prefeitura.
“Em todos os estabelecimentos onde será permitido o funcionamento, a aglomeração de pessoas está proibida. Nossas equipes da Defesa Civil e da Guarda Municipal percorrerão todo o município com o trabalho de fiscalização e orientação para garantir que não haja grande circulação de pessoas e aglomerações”, reforçou o município, lembrando que as medidas vão até o próximo dia 6 de abril, podendo ser prorrogadas. Em Rio das Ostras, a prefeitura anunciou novas medidas para conter o avanço da doença na cidade, que ainda segue sem registros de casos confirmados. Uma das principais preocupações do município, devido à sua importância turística, as praias da cidade receberam 23 faixas de alerta e combate ao coronavírus.

Colocadas na orla de Rio das Ostras desde o último final de semana, as faixas de alerta estão na Praia de Mar do Norte, no Praiamar, na Lagoa do Iriry, na Praia de Costazul, na Praça da Baleia, na Praia do Centro, na Praia Extensão do Bosque, na Praia da Tartaruga, e na Praia do Abricó.

“A medida visa trazer mais consciência à população da importância de obedecer às recomendações dos governantes e manter o isolamento social”

Sem informações ou previsões sobre barreiras sanitárias nos acessos da cidade, a Prefeitura de Rio das Ostras determinou, também nesta terça, a redução dos veículos que operam no transporte público de passageiros na cidade.

Segundo o governo municipal, a medida tem o objetivo de reduzir a velocidade de propagação do coronavírus na cidade, já que, no município, o transporte público é feito por vans e micoônibus, onde o contato entre os passageiros é muito próximo.

A prefeitura informou também que, em algumas linhas, a redução chegou a 50% da frota, mas não comentou o fato de que, com menos veículos circulando, mais pessoas tendem a se aglomerarem, principalmente nas vans, o que poderia aumentar o risco de contágio da doença.

A medida foi tomada por meio da Secretaria de Transportes Públicos, Acessibilidade e Mobilidade Urbana de Rio das Ostras, e determina ainda que os responsáveis façam a higienização criteriosa em todos os veículos.

Mais lidas da semana