Mídias Sociais

Política

Aeroporto de Macaé voltará a receber voos comerciais com anúncio de voos diretos e diários para São Paulo

Avatar

Publicado

em

 

Em entrevista coletiva na capital paulista nesta sexta-feira, 6, o governador de São Paulo, João Doria (PSDB), anunciou o retorno dos voos comerciais de passageiros ao Aeroporto de Macaé ao confirmar voos diretos de Congonhas para a Capital Nacional do Petróleo, a partir do próximo dia 27 de outubro.

Segundo o Governo de São Paulo, os voos, que também serão para as cidades paulistanas de Ribeirão Preto, Bauru, Marília e Araçatuba, além de Dourados, no Mato Grosso do Sul, e Uberaba, em Minas Gerais, são mais um resultado do programa São Paulo para Todos.

“O Estado de São Paulo é o maior polo emissor de turismo da América Latina e esse segmento é o que mais rapidamente gera empregos e movimenta a economia criativa. São 3 milhões de postos [de trabalho] fixos e temporários em todo o Estado”, explicou Doria, durante a coletiva.

Os voos serão tanto no sentido Congonhas-Macaé quanto no sentido Macaé-Congonhas, e serão realizados pela companhia Passaredo em conjunto com a MAP Linhas Aéreas, totalizando 2 voos diários.

Ao todo, serão 26 novos voos diários e 158 voos semanais entre a capital e cidades do interior do Estado, do Mato Grosso do Sul, de Minas Gerais e do Rio de Janeiro. Os novos voos serão operados em aviões modelo ATR 72-600, com capacidade para 70 passageiros.

Segundo o Secretário Estadual de Turismo de São Paulo, Vinicius Lummertz, os voos da Passaredo/MAP permitirão uma redistribuição eficiente dos pousos e decolagens pela Agência Nacional de Aviação Civil (ANAC), permitindo aumento da concorrência e mais acesso ao aeroporto de Congonhas, além de promover melhorias no atendimento às novas localidades e maior desenvolvimento regional.

Apesar de ainda não haver informações sobre os horários e preços das passagens aéreas, no site da Passaredo, o aeroporto de Macaé já aparece como opção de destino para a compra de passagens, embora não haja voos selecionados.

Até o fim da tarde desta sexta-feira, nem a Prefeitura de Macaé nem a Zurich Airport, concessionária do aeroporto de Macaé, haviam se pronunciado a respeito do anúncio do Governo de São Paulo.

Mais lidas da semana