Mídias Sociais

Política

Ações da prefeitura promovem economia aos cofres públicos de Macaé com ações na iluminação pública

Avatar

Publicado

em

 

Equipes da prefeitura atuam em diversos pontos da cidade trocando lâmpadas e realizando ações de manutenção da rede de iluminação pública

A Prefeitura de Macaé continua com as ações de manutenção e revitalização da iluminação pública na Praça dos Navegantes, na Barra, com a substituição das lâmpadas metálicas por led, como parte da do projeto Macaé Luz.

“A ideia é assegurar a utilização dos espaços pela população. O projeto prevê, ainda, a redução do consumo de energia elétrica, de forma eficiente e sustentável, o que, como consequência, gera ainda economia aos cofres públicos”, justifica o governo municipal.

As ações iniciadas em 2018 já estão sendo sentidas pela prefeitura, que revelou que apenas com a troca de 185 luminárias vapor metálico de 400w para 250w, na Avenida Prefeito Aristeu Ferreira da Silva, na Granja dos Cavaleiros, a cidade gerou uma economia de 38% ao mês aos cofres públicos.

Somente neste trecho, com as lâmpadas anteriores, o consumo era de 28.278kwh, e com as trocas realizadas pela prefeitura, o consumo menor de energia, chega a 17.673 kwh. Os trabalhos ainda contaram com a substituição de 5 postes.

“O trabalho de manutenção é contínuo”, acrescenta a prefeitura.

O governo municipal lembra ainda que a Coordenadoria Iluminação Pública também realiza rondas noturnas em praças e vias expressas, além de um trabalho com as associações de moradores, para captar as demandas dos bairros.

Para solicitação de reparos, o governo municipal tem a disposição o número 156, somente por telefone fixo, canal que oferece atendimento de segunda a sexta, das 8h às 19h. Além disso, as solicitações podem ser solicitadas pelo Disque Luz, através do telefone (22) 2791-6793.

O número para mensagens via WhatsApp é o (22) 99790-1967 e os da Coordenadoria de Iluminação Pública são (22) 2759-0783 e (22) 2796-1114, com atendimento das 8h às 17h. Após a geração do protocolo, o prazo para resolução é de 72 horas úteis.

“As ferramentas contribuem para que as demandas da população sejam recebidas e atendidas de forma mais ágil”, concluiu o governo.

Mais lidas da semana