Mídias Sociais

Destaque

Mulher morta a facadas em Macaé, havia pedido medida protetiva contra ex-marido, diz delegado

Bertha Muniz

Publicado

em

 

Assassino, identificado como Ivan Bispo da Silva, de 38 anos, é usuário de drogas, segundo a Polícia. Ele pulou a catraca do ônibus e fugiu após matar a ex-mulher. 

O delegado Filipi Poeys, da 123ª Delegacia Policial de Macaé (123ª DP), afirmou, nesta quarta-feira (28), que Lidiane de Jesus Martins, de 31 anos, morta após ser esfaqueada dentro de um ônibus da SIT, em Macaé, havia pedido medida protetiva conta o ex-companheiro, Ivan Bispo da Silva, de 38 anos, que está sendo procurado pela polícia.

“Ela registrou um boletim de ocorrência por ameaça e lesão corporal no dia 17 de novembro de 2017 e solicitou a medida protetiva. Segundo a vítima, o autor a ameaçou com uma faca", disse o delegado.

Após a denúncia contra o  ex-marido, a vítima, que era natural de Araruama, na Região dos Lagos, deixou a casa onde o casal morava e se mudou para a casa de uma tia de Ivan, na Barra de Macaé . No entanto, Lidiane desistiu de dar continuidade ao processo contra Ivan. A medida que proibia o afastamento do agressor, continuou valendo.

Segundo o delegado, trata-se de um caso de feminicídio, que é o assassinato de mulheres por violência doméstica ou por discriminação de gênero. A pena para o crime pode chegar a 30 anos de prisão. "Agora estamos investigando as circunstâncias do crime. Sabemos que eles estavam separados. Ele estava tentando reatar o relacionamento e chegou a pegar as roupas dela e colocar de volta na casa onde moravam", afirmou Poeys.

Ainda de acordo com o delegado, Ivan era usuário de drogas. " Quando ela registrou a queixa contra ele, afirmou que o ex-marido usava cocaína e maconha frequentemente. É possível que ele tenha cometido o crime sob efeito de entorpecentes", declarou.

Na manhã desta quarta, de acordo com a polícia, o ex-marido premeditou o crime. Ele sabia a linha de ônibus que a vítima iria pegar e a esperou em um ponto na Rodovia Amaral Peixoto, próximo ao Bar do Coco, na Barra de Macaé.

Nas imagens das câmeras de monitoramento do ônibus em que a vítima foi morta pelo seu ex- companheiro, Lidiane aparece no banco da frente do ônibus sentada a esquerda. Ivan, que está sentado na parte de trás, a direita, se levanta e vai rapidamente em direção à ex-mulher, deferindo golpes até provocar sua morte. Em seguida, ele pula a catraca do ônibus e foge.

A motorista do ônibus chegou a mudar o percurso e dirigir até a Unidade de Pronto Atendimento da Barra, para levar a vítima para emergência, porém ela não resistiu aos ferimentos e morreu ainda dentro do coletivo. O corpo de Lidiane, foi levado para o Instituto Médico Legal (IML) de Macaé.

Testemunhas que estavam dentro do ônibus e que conviviam com o casal estão sendo ouvidas pela Polícia Civil.  O inquérito, conforme o delegado, deve ser concluído nos próximos dias.

De acordo com a polícia, o ex-marido premeditou o crime. Ivan Bispo é considerado foragido.


 

Mais lidas do mês