Mídias Sociais

Polícia

Morre uma das vítimas da explosão de lancha em Macaé

Bertha Muniz

Publicado

em

Norma Pinheiro, de 66 anos, teve mais de 40%  do corpo queimado no acidente. Ela estava internada na UTI do Hospital da Unimed e morreu na noite dessa quarta-feira (02).

Morreu na noite dessa quarta-feira (02), uma das vítimas da explosão de uma lancha em Macaé no feriado prolongado de 1º de Maio. Norma Pinheiro, de 66 anos, teve 64% do corpo queimado no acidente. Ela estava internada na UTI (Unidade de Terapia Intensiva)  do Hospital da Unimed, mas não resistiu.

Seis dos oito feridos na explosão seguem internados. Uma das vítimas, Michelli Machado, de 38 anos, teve que ser novamente internada, já que teve queimaduras nas pernas e havia sido liberada no mesmo do acidente, ocorrido no último sábado (28). Na tarde dessa terça-feira (1º), ela sentiu dores e os médicos optaram pela internação.

Heitor Carvalho Nogueira, de 68 anos, teve queimaduras nas pernas e havia tido alta médica na última segunda-feira (30). Por conta do agravamento das feridas, ele teve que retornar ao Hospital da Unimed na tarde desta quarta-feira (2), para receber atendimento. Ele foi medicado e liberado em seguida.

Agora, dos oito feridos no acidente, seis estão internados. Apenas o empresário Marcelo Pinheiro, de 40 anos, dono da embarcação, que teve alta ainda no sábado, não precisou voltar ao hospital. Todas as vítimas do acidente com a embarcação são parentes. Um trauma para o resto da vida.

No momento do acidente, a família se preparava para passar o dia no Arquipélago de Santana, que fica a cerca de oito quilômetros da costa. A lancha explodiu pouco depois de ter deixado o Iate Clube. A embarcação só tinha se afastado cerca de duzentos metros da costa. A Capitania dos Portos está investigando a causa do acidente. Uma perícia inicial já foi feita.

Além dos já citados no início da reportagem, continuam internados na UTI do Hospital da Unimed, no Centro de Macaé, Gláucia Pinheiro, de 43 anos, irmã de Marcelo. Ela teve 80% do corpo queimado. O marido de Glaucia, Ralphi Dutra, de 40 anos, teve 40% de queimaduras pelo corpo. Apesar das lesões, seu estado de saúde é bom, mas sem previsão de alta.  O filho de Marcelo, Lucas Nunes Nogueira, de 22 anos, que teve 70% de queimaduras pelo corpo, também está  na UTI do Hospital da Unimed. O filho mais novo de Marcelo, Luan Neves Nogueira, de 14 anos, é a única vítima internada no CTI do Hospital Público Municipal (HPM), na Virgem Santa, em Macaé.

Márcia Neves, ex-mulher de Marcelo e mãe de Luan, tem passado dia e noite do HPM. “Eu passo o dia em busca de informações sobre ele. Enquanto meu filho estiver internado, eu não saio daqui”, disse.

O corpo de Norma Pinheiro será velado daqui a pouco, a partir das 10h, no Memorial da Paz. O sepultamento está marcado para as 16h.

Crédito: Divulgação

Clique Diário

E. L. Mídia Editora Ltda
CNPJ: 09.298.880/0001-07
Redação: Avenida Atlântica, 2.500, sala 22 – Cavaleiros – Macaé/RJ

cliquediario@gmail.com
(22) 2765-7353

Mais lidas do mês