Mídias Sociais

Polícia

Marinheiro que caiu no mar durante operação na Bacia de Campos segue desaparecido

Avatar

Publicado

em

 

O piauiense Francisco das Chagas Oliveira da Silva Filho, de 23 anos, era contratado da empresa Bravante. 

 

Continua desaparecido o trabalhador que caiu de um navio na bacia de Campos no dia 18 de dezembro.  O marinheiro piauiense Francisco das Chagas Oliveira da Silva Filho, de 23 anos, é contratado da empresa Bravante. O acidente ocorreu por volta das 16h30 durante uma operação de manutenção no passadiço da embarcação “Mar Limpo 3”, de recolhimento de óleo, que opera nas proximidades das plataformas SS-85 e FPSO Cidade de Rio das Ostras.

 

Segundo o Sindicato dos Petroleiros do Norte Fluminense (SindipetroNF),seis embarcações foram deslocadas para operarem no resgate. Além da Petrobrás, a Marinha também atuou nas buscas para encontrar o trabalhador. Francisco é solteiro e não tem filhos. Ele estava há 22 dias embarcado.

 

No último domingo (24), Adriana Gonçalves, namorada do marinheiro, postou um longo desabafo em seu Facebook informando que as buscas pelo trabalhador foram encerradas. Segundo Adriana, os pais e uma irmã de Francisco vieram ao Rio no início da semana passada para acompanhar as buscas, mas já retornaram a Parnaíba, litoral do Piauí, onde residem.

“Obrigada por cada palavra dita por vocês com o intuito de confortar o que estamos sentindo, dizer apenas "obrigada", não vai ser suficiente para agradecer o quão amável vocês foram, e não sei como retribuir todo o carinho que o Filho e nós recebemos de vocês, é difícil transmitir em palavras realmente o que estamos passando, por que foi e está sendo muito difícil, e vai continuar sendo", postou a namorada de Francisco.

Acidente ocorreu durante uma operação de manutenção no passadiço da embarcação “Mar Limpo 3”, que fazia o recolhimento de óleo.


Por meio de nota, a Bravante, afirmou que se solidariza com a família do colaborador desparecido e está prestando toda a assistência aos familiares. A empresa disse ainda que está colaborando com as operações de busca realizadas pela Marinha do Brasil e investigações em curso.

No documento, a Bravante afirmou que está em conexão direta e permanente com os órgãos responsáveis pela operação de busca e se orienta a partir das informações dessas autoridades.

Autor: Bertha Muniz

Foto: Reprodução/Facebook

Mais lidas da semana