Mídias Sociais

Destaque

Juiz de Rio Bonito determina prisão da “Viúva da Mega-Sena”

Bertha Muniz

Publicado

em

Adriana Ferreira Almeida Nascimento, foi condenada em dezembro de 2016 a 20 anos de prisão como mandante do assassinato do ex-marido, Renné Senna.

O juiz da 2ª Vara Criminal de Rio Bonito, Pedro Amorim Gotlib Pilderwasser, determinou a expedição de novo mandado de prisão contra Adriana Ferreira Almeida Nascimento, que ficou conhecida como “Viúva da Mega-Sena”, após o assassinato do seu ex-marido Renné Senna, ex-lavrador que ganhou a Mega-Sena. Adriana foi condenada em dezembro de 2016 a 20 anos de prisão como mandante do homicídio de Renné.

Segundo a decisão “não há razão para que seja postergada a execução da pena, em especial no caso em análise que tem por objeto crime praticado há mais de uma década”. De acordo com Pilderwasser, já foram esgotados os recursos possíveis à segunda instância.

Com a determinação do juiz, Adriana agora irá cumprir a condenação na cadeia, em regime fechado. Depois de ter uma série de recursos para a abertura de um novo júri negada pela 2ª Vara Criminal de Rio Bonito, a 8ª Câmara Criminal do Tribunal de Justiça do Rio decidiu pelo fim da discussão em segunda instância do caso.

Mais lidas do mês