Mídias Sociais

Polícia

Homem suspeito de ser o autor do assassinato do Subtenente Girard é preso na Favela do Lixo, em Cabo Frio

Thaiany Pieroni

Publicado

em

 

Um homem identificado como Lúcio Sotinho Soeiro, vulgo Juruna, de 34 anos, foi preso no final deste domingo, 08, suspeito de ser o autor dos disparos, que levaram ao óbito o policial reformado subtenente Girard.

Segundo a Polícia Militar, após receber informações sobre a localização dos autores do crime, a equipe iniciou uma busca na Favela do Lixo, em Cabo Frio. Entre os suspeitos estava "Juruna", Chefe do tráfico da Praça de São Cristóvão.

O elemento teria tentando fugir ao avistar a equipe da Polícia Militar, inclusive entrando em luta corporal com os policiais. Mesmo com sua resistência, o homem foi detido e levado para a Delegacia de Cabo Frio.

Os policiais identificaram dentro da casa do homem, o casaco o qual estava usando na hora do crime.

Ainda segundo os policiais, dentro da viatura, o homem teria dito que matou o subtenente e que "mataria todos".

Lúcio Sotinho já tem cinco passagens criminais sendo três por tráficos de drogas, uma por Homicídio e uma por desacato.

 

 Sobre o crime - O Subtenente Girard acabou morto no início da manhã deste domingo, 08, na Praça de São Cristóvão, em Cabo Frio.

Segundo informações, Djalma Vanderley Girard estava no local, quando elementos começaram a brigar, ele teria tentado apaziguar a situação sacando sua arma, e os envolvidos acabaram se dispersando. Porém, minutos depois alguns homens teriam retornado ao local e disparado diversos tiros contra o policial, que morreu no local.

Após o crime, o 25º BPM emitiu uma nota de pesar comunicando o o falecimento do Sub Tenente reformado Djalma Wander Girard. "Toda a corporação chora a morte de um irmão de farda. Que Deus o receba de braços abertos."

Mais lidas da semana