Mídias Sociais

Polícia

Guarda Marítima de Cabo Frio faz primeira apreensão durante fiscalização para manter o defeso na Lagoa de Araruama

Avatar

Publicado

em

 

Fiscalizações serão mantidas e contará com um drone até o final do defeso

 

Na segunda semana do período do Defeso na Lagoa de Araruama, Agentes da Guarda Marítima e Ambiental de Cabo frio fizeram a primeira grande apreensão de material de pesca no local. Cerca de 800 metros de rede foram apreendidos em uma região localizada atrás da empresa Sal Cisne. Ninguém foi encontrado no local.

A operação contou com 12 agentes da Guarda Marítima e Ambiental, Defesa Civil, seguranças da empresa e cinco veículos, entre lanchas e carros. A rede foi recolhida e levada para a sede da Guarda Marítima Ambiental, no Terminal de Transatlânticos.

Até o dia 30 de outubro, quando encerra o período do Defeso, voltando a ser liberada a pescaria na Lagoa, a Guarda Marítima já confirmou que manterá ações de fiscalização frequentes, além disso, um drone fará monitoramento via satélite sobre a parcela da Lagoa que abrange o município de Cabo Frio.

Segundo o comandante da Guarda Marítima, Paulo Fernando, há todo um planejamento para que a lei seja cumprida. “Nossos agentes estão preparados e capacitados para garantir que o Defeso não seja desrespeitado. Agindo de acordo com as orientações da Coordenadoria do Meio Ambiente, acredito que este ano conseguiremos atingir as metas estabelecidas. Nós disponibilizamos o telefone 2645-7045 para receber denúncias, não só sobre o Defeso, como também sobre incêndios florestais e outros crimes ambientais e estaremos de plantão 24 horas por dia”, reforçou.

A cidade também tem trabalha com ações educativas, orientando as pessoas. Inclusive, 35 placas sertão instaladas na área da lagoa informando a todos sobre a proibição da atividade pesqueira neste período.

“Tenho certeza que os pescadores de Cabo Frio, os legalizados e registrados, vão respeitar totalmente o Defeso e contamos com os órgãos de fiscalização para coibir pescadores de outras cidades e até turistas, que não estão acostumados com as regras locais”, ressaltou o superintendente de Pesca da Prefeitura de Cabo Frio, Alexandre Marques.

Mais lidas da semana