Mídias Sociais

Polícia

Guarda Ambiental apreende materiais de pesca predatória em Macaé

Avatar

Publicado

em

 

Fiscais encontraram os objetos em barracas durante uma ronda na Lagoa de Imboassica

Bertha Muniz

Agentes da Guarda Ambiental de Macaé apreenderam agora pouco quatro barracas de lona, além de materiais para a realização de pesca predatória na Lagoa de Imboassica. Também foram encontrados vários colchonetes e muito lixo.

Segundo o órgão, fiscais estavam fazendo a ronda quando encontraram quatro barracas, armadilhas de pesca e redes em uma área de invasão desmatada próxima a entrada do Mirante da Lagoa, há 5 metros do meio fio e 5 metros da zona da mata. Ninguém foi preso.

Os materiais foram levados para a sede da Guarda Ambiental. A operação visa coibir crimes ambientais em área de preservação, conforme prevê a Lei Ambiental 9.605/98. O trabalho integrado contou com cerca de 10 agentes da Guarda Ambiental. De acordo com o coordenador de Fauna da Secretaria de Ambiente, Fernando Barreto, o local foi desmatado para a construção dos barracos. Segundo ele, o caso pode gerar prisão de oito meses a três anos.

"Não encontramos ninguém na área, mas realizaremos o auto de infração para evitar novas ocupações e a guarda ambiental dará continuidade nas rondas diárias", explicou o comandante da Guarda Ambiental, Vilmar Ribeiro.

 

 

Mais lidas da semana