Mídias Sociais

Destaque

Casco de barco encontrado no Rio Grande do Sul pode ser de pescadores desaparecidos em Cabo Frio

Publicado

em

 

O último contato que os tripulantes fizeram, por meio de rádio, foi na noite de 09 de setembro.

Um casco de barco encontrado no Rio Grande do Sul pode ser dos pescadores desaparecidos, em Cabo Frio, em setembro deste ano. Segundo informações repassadas para a agência da Capitania dos Portos, pescadores do Sul avistaram um casco flutuando a cerca de 170 quilômetros da cidade gaúcha de Torres. Nesse casco, está escrito "Guma", nome da embarcação desaparecida.

Apesar da informação da embarcação, não há nenhuma notícia dos pescadores.

Sobre o caso – Quatro homens estão desaparecidos desde o último dia 09 de setembro. Eles saíram da ilha do Papagaio em Cabo Frio para pescar em alto mar. De acordo com a Capitania dos Portos, o último contato que os tripulantes fizeram, por meio de rádio, foi na noite de 09 de setembro, um dia depois da partida. A embarcação estava a 45 km da Ilha do Farol, em Arraial do Cabo. Depois disso, o barco não foi mais visto.

A Marinha do Brasil durante cinco dias realizou buscas pela embarcação. Suspendendo a ação no dia 17 de setembro.

De acordo com a Marinha, durante cinco dias, a MB conduziu uma Operação de Busca e Salvamento onde foram empregados: o Navio-Patrulha “Gurupá”, o Navio Patrulha Oceânico “Apa”, os helicópteros SH 16 e UH 15 da MB e uma aeronave    (C-130) da Força Aérea Brasileira (FAB). Nesse período, também foram mobilizados navios mercantes e de apoio, plataformas da Bacia de Campos, Estações Costeiras e Aviso aos Navegantes. No decorrer da operação, foi feita ainda uma varredura na região marítima sul do Estado do Rio de Janeiro cobrindo uma área que vai de Niterói a Cabo de São Tomé, mas infelizmente o barco pesqueiro não foi encontrado e não houve nenhum dado novo que pudesse reorientar a procura pelo ‘Guma’ e seus tripulantes.

 

 

 

Mais lidas da semana