Mídias Sociais

Cidades

Pedágio da Ponte Rio-Niterói ficará mais caro a partir de junho

Avatar

Publicado

em

 

Um dos principais atrativos das cidades da Região dos Lagos e Norte Fluminense do Rio de Janeiro, o turismo ficará mais caro para quem precisa atravessar a Ponte Rio-Niterói para chegar às praias da região.

A partir desta quarta-feira, 1 de junho, o pedágio da ponte que liga a capital do Estado à cidade de Niterói terá sua tarifa básica aumentada para 4 reais, segundo publicação da Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT) no Diário Oficial da União.

Na segunda-feira, 30 de maio, a ANTT publicou uma autorização para a Ecoponte, empresa concessionária da ponte, reajustar o valor cobrado atualmente em até 8,11%.

O percentual é menor que o Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), que mede a inflação no país, registrado nos últimos 12 meses (9,28%).

Com o reajuste, também sobem as tarifas para todos os tipos de automóveis, caminhões e motocicletas, variando entre 2 e 24 reais, dependendo do número de eixos dos veículos.

BOX: Preços da Tarifa na Rio-Niterói

Motocicletas, motonetas e bicicletas motorizadas (R$ 2);

Automóvel de 2 eixos (R$ 4);

Caminhão leve, ônibus, caminhão-trator e furgão de 2 eixos (R$ 8);

Automóvel e caminhonete com semi-reboque de 3 eixos (R$ 6);

Caminhão, caminhão-trator, caminhão-trator com semi-reboque e ônibus de 3 eixos (R$ 12);

Automóvel e caminhonete com reboque de 4 eixos (R$ 8);

Caminhão com reboque e caminhão-trator com semi-reboque de 4 eixos (R$ 16); Caminhão com reboque e caminhão-trator com semi-reboque de 5 eixos (R$ 20); Caminhão com reboque e caminhão-trator com semi-reboque de 6 eixos (R$ 24);

Tunan Teixeira

Mais lidas da semana