Mídias Sociais

Esporte

Wallim vem a público explicar motivos que o levaram a pedir demissão no Flamengo

Sérgio Barcellos

Publicado

em

 

Wallim Vasconcelos se desligou nesta semana do cargo de vice-presidente de finanças do Flamengo. Após o pedido de demissão, o profissional foi ao Twitter esclarecer os motivos que o levaram a tomar a decisão que pegou muita gente de surpresa. Em suas declarações, ele cita algumas discordâncias e um certo distanciamento em relação a diretoria do clube.

"A minha renúncia deveu-se, sobretudo, às divergências em relação ao estilo de gestão, aonde a maioria dos vice-presidentes possui pouca participação nas discussões de assuntos relevantes e impactantes na vida do clube. Na verdade nunca fomos um verdadeiro colegiado, desperdiçando, ao meu ver, a oportunidade de um debate de alto nível com todos os participantes. Todos nós perdemos, o Flamengo, como instituição, também perde. Mas entendo que o presidente do clube tem o direito de geri-lo da maneira como entender melhor, pois foi eleito legitimamente para isso.

Ainda segundo Wallim, o sucesso do clube no futebol acaba encobrindo alguns erros na gestão do clube. Deixando um pouco de lado as desavenças com a direção, ele fez questão também de exaltar os feitos conquistados pelo clube enquanto fazia parte do projeto.

"Portanto, por não ter conseguido sequer ser ouvido, apesar de ter tentado várias vezes, em inúmeras situações, cheguei à conclusão que meu ciclo no Flamengo terminou. Nos 3,5 anos que participei da gestão do Flamengo, ganhamos quase todos os títulos que sonhávamos no futebol, faltando apenas o mundial, no qual chegamos à final. Em 2019, também voltamos a ganhar todas as competições no remo depois de seis anos e anos destacarmos nas modalidades olímpicas. Em 2012, poucos acreditavam que conseguiríamos recuperar o Flamengo e tirá-lo da pior crise da sua história, resgatando sua reputação, credibilidade e sustentabilidade financeira. Por isso, sinto-me recompensando e não me arrependo de nada do que fiz e passei. Valeu muito a pena", encerrou Wallim.

Foto: Alexandre Vidal

Mais lidas da semana