Mídias Sociais

Esporte

Vasco segue exemplo de outros clubes e investe em ação para contornar a crise financeira

Sérgio Barcellos

Publicado

em

 

Seguindo o passo de outros clubes que tiveram sucesso recente, o Vasco decidiu reformular todo o seu processo de sócio-torcedor. Em uma das ações, o Cruz-Maltino incluiu a categoria “Camisas Negras”, voltada para torcedores de baixa renda. O anúncio do novo programa aconteceu na última segunda-feira (4).

Segundo informações, o categoria “Camisas Negras” custará apenas R$ 7,98 por mês e irá repassar 20% da receita para ações sociais. O nome é uma referência ao time do Vasco campeão carioca em 1923. O título marcou o primeiro estadual do clube na primeira divisão. Na ocasião, o time era formado por negros e operários, algo que não era comum para a época.

Na categoria “Camisas Negras”, serão realizados sorteios de ingressos para os membros de todos os jogos com mando de campo do Vasco. O Cruz-Maltino vai definir um percentual sobre o total de sócios limitados a 500 ingressos por jogo. Os sócios farão o acesso ao sistema para se inscreverem para o sorteio e haverá limitação de um ingresso sorteado por associado por jogo, o que aumenta as chances de que mais pessoas sejam sorteadas.

A categoria “Camisas Negras” é apenas uma das que estão sendo oferecidas no novo programa de sócio-torcedor. Existem diversos planos para os mais variados tipos de público. As mensalidades variam de R$ 9,98 (para crianças) até R$ 109.98. O projeto ainda está ganhando corpo, mas tem como um dos objetivos crescer o número de sócios, gerando uma renda extra capaz de fazer o clube movimentar sua economia, podendo até mesmo ajudar em futuas contratações dependendo de seu crescimento.

Foto: Carlos Gregório Jr


 

Mais lidas do mês