Mídias Sociais

Esporte

Vasco embarca para a Argentina com uma série de desfalques

Publicado

em

 

O Vasco está a caminho da Argentina para encarar o Defensa Y Justicia nesta quinta-feira (26) pelas oitavas de final da Copa Sul-Americana. O Cruz-Maltino chega para o confronto com uma série de desfalques. São 12 no total, se contarmos também o técnico Ricardo Sá Pinto o seu auxiliar, Rui Mota.

A lista de baixas por conta da Covid-19 é extensa na Colina. O Vasco não poderá contar com Ribamar, Fellipe Bastos, Fernando Miguel, Werley, Ulisses, Tiago Reis, Benitez, Talles Magno, Jadson e Fintelman. Os casos de Ribamar e Fellipe Bastos são os menos graves. Os dois já cumpriram o período de isolamento pedido no protocolo que é de 10 dias. Só que exames realizados nesta semana ainda detectaram pequenos fragmentos do vírus e por isso eles ficarão de fora da partida.

Ricardo Sá Pinto é outra baixa importante no Vasco. O treinador foi diagnosticado nesta semana com coronavírus e por isso não poderá comandar o time a beira do campo. Essa missão ficará sob responsabilidade do auxiliar Alexandre Grasseli, que chegou a ficar a frente do time nos jogos contra Flamengo e Inter, logo após a demissão de Ramon Menezes.

Em meio a tantos problemas, a boa notícia para o Vasco é o retorno de Carlinhos. O jogador está totalmente recuperado do coronavírus e voltou a treinar normalmente com o restante do elenco. Ele volta a ficar a disposição do Vasco, assim como Leandro Castan e Miranda, que também voltaram a treinar após ser recuperar da Covid-19.

Se nada de diferente acontecer, o Vasco deve ir a campo com a seguinte formação: Lucão, Léo Mattos, Leandro Castan, Miranda, Marcelo Alves, Neto Borges, Marcos Júnior, Léo Gil, Carlinhos (Vinícius), Gustavo Torres e German Cano.

O confronto entre Defensa Y Justicia e Vasco será realizado no Estádio Norberto Tomaghello, às 21h30. Já o duelo da volta está previsto para o dia 3 de dezembro, no mesmo horário, em São Januário.

Foto: Rafael Ribeiro

Mais lidas da semana