Mídias Sociais

Esporte

Valentim adota mistério e não revela escalação do Botafogo para partida de logo mais

Sérgio Barcellos

Publicado

em

Na véspera de entrar em campo pela semifinal da Taça Rio diante do Vasco, o técnico do Botafogo Alberto Valentim optou por adotar o mistério. Em contato com a imprensa, o treinador evitou dar pistas sobre o time que irá a campo nesta quarta-feira, às 21h45, no Nilton Santos.

Ao adotar o tom de mistério, Valentim busca confundir não dar pistas ao rival e confundir o adversário. O treinador lamentou também não poder contar com o volante João Paulo, que precisou passar por cirurgia e ainda não tem previsão de retorno aos gramados.

“Perdemos um líder, mas o campeonato continua e precisamos dar uma resposta para o próprio João e nosso torcedor. Já tenho uma equipe na cabeça e vou esperar até o final para ver se o Kieza terá condições de jogo”, disse.

A falta de vitória em clássicos na temporada também preocupa. Contra o Vasco, o Botafogo será obrigado a vencer para avançar à decisão da Taça Rio, já que o adversário fez melhor campanha na fase de classificação e jogará pelo empate.

“Não gosto de frase feita na preleção. O jogador tem que entender que ele precisa se preparar nos treinos. Não tenho essa coisa de… ah, perdemos um clássico”, concluiu.

Para esta partida, Alberto Valentim descartou as voltas do volante Matheus Fernandes e do meia Renatinho, que se recuperam de lesão. O treinador não descartou a possibilidade de atuar com três zagueiros no clássico.

Foto: Vitor Silva 

Mais lidas do mês