Mídias Sociais

Esporte

Surgem novas informações sobre o caso Botafogo x Palmeiras nos tribunais

Sérgio Barcellos

Publicado

em

 

A partida entre Botafogo e Palmeiras pelo Campeonato Brasileiro segue repercutindo nos bastidores do futebol brasileiro. Nesta quarta-feira (19), surgiram novas informações sobre o caso, um dia após o Alvinegro ser derrotado no julgamento realizado pelo Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD), onde tentou sem sucesso a anulação da partida. A novidade é que o Botafogo não deve recorrer ao Tribunal Arbitral do Esporte (TAS) e a explicação para a desistência seriam os altos custos envolvidos no processo.

O Botafogo obviamente não concordou com o resultado do julgamento. Mas ainda assim, o clube pode dar o caso como encerrado. Em delicada situação financeira, o Alvinegro avalia internamente os gastos que teria que arcar para dar prosseguimento ao caso, e eles não seriam nada modestos.

Segundo um levantamento feito pelo UOL Esporte, O Botafogo teria que arcar com pelo menos 50 mil francos suíços (cerca de R$ 193 mil), além de gastos com a viagens e hospedagens para levar o julgamento adiante na Suíça. Caso o Alvinegro fosse novamente derrotado no julgamento, ainda teria que arcar também com as despesas do adversário, no caso o Palmeiras, o que dobraria o valor, chegando a quantia aproximada de R$ 400 mil. Tais fatores fizeram o clube recuar da intenção de seguir em frente com o caso.

No Brasil, o julgamento do STJD foi a última instância, o que significa que o clube não pode recorrer da decisão na esfera nacional. O último recurso seria exatamente levar o caso ao Tribunal Arbitral do Esporte.

Foto: Vitor Silva

Mais lidas do mês