Mídias Sociais

Esporte

Semana conturbada no Vasco termina com afastamento de jogador

Sérgio Barcellos

Publicado

em

 

O Vasco viveu momentos conturbados nos últimos dias. O vazamento de uma cobrança do elenco sobre a diretoria em virtude de atrasados gerou um grande mal-estar nos bastidores. Soma-se a isso o fato de Thiago Galhardo ter sido cortado da relação dos jogadores inscritos para o duelo contra o Bangu. Posteriormente, a diretoria do Vasco emitiu uma nota oficial afirmando que o jogador não está mais nos planos do clube.

A diretoria do Vasco não foi clara sobre o que teria motivado o afastamento em definitivo de Thiago Galhardo. Inconscientemente, as pessoas fazem relação com o vazamento de informações internas para a imprensa. O assunto gerou tanto incômodo, que Leandro Castán, um dos líderes do elenco, veio a público falar sobre o tema. O pronunciamento oficial se deu após uma reunião de cerca de uma hora e meia dentro do vestiário após a vitória sobre o Bangu, onde estavam presentes os jogadores, Valentim e o presidente Alexandre Campello.

“Houve uma reunião na sexta-feira no CT. Vazou que quatro jogadores cobraram o diretor. Isso incomodou a gente. Não é verdade. Eu fui um dos que falei. Estávamos resolvendo tudo internamente. Respeitamos a instituição. Quero deixar isso claro. A equipe se concentrou para esse jogo. São informações que estão vazando e atrapalhando”, afirmou Castán.

Uma das informações que vazaram era que o elenco ameaçou não se concrentar para a partida contra o Bangu por conta dos salários atrasados. O clube deve o 13º e os salários de fevereiro. O mês de março vence no próximo dia 20. O vazamento também afirmava que quatro jogadores teriam feito cobranças ao diretor executivo Alexandre Faria. Thiago Galhardo, Pikachu, Maxi López e Luiz Gustavo foram apontados como os que cobraram.

“Estamos aqui para defender esses jogadores. O Maxi é muito importante para a gente, o Luiz (Gustavo) ano passado ajudou a gente para caramba, o Pikachu foi artilheiro do time. O grupo é fechado, é unido e todo mundo sabe que só assim faremos diferente do ano passado”, disse Castán.

Thiago Galhardo ficará treinando de forma separada do elenco, com os jogadores que não estão sendo aproveitados. A intenção da diretoria é negociá-lo, caso apareça algum clube interessado. O contrato dele com o Vasco vai até o fim deste ano.

Foto: Rafael Ribeiro


 

Mais lidas do mês