Mídias Sociais

Esporte

Reviravolta deixa Vasco mais distante de reforço

Sérgio Barcellos

Publicado

em

 

O que antes era dado como certo, agora não é mais no Vasco. Uma reviravolta nos bastidores deixou o atacante Rossi mais distante de São Januário. O Shenzhen, da China, recuou nas conversas e afirmou que só irá aceitar liberar o jogador mediante a pagamento de 500 mil dólares, sem pagar o salário do jogador. A expectativa do Cruz-Maltino era fechar a contratação sem custos.

A quantia não é alta para os padrões brasileiros. Fosse em outro tempo, a negociação possivelmente já estaria sacramentada. O problema é o que o Vasco não atravessa um bom momento financeiro e está com o orçamento bastante limitado para investir em contratações. Até mesmo por isso, o clube vinha utilizando de muita criatividade nos bastidores fechando negócios sem custos aos cofres.

O Vasco já tinha se acertado com o jogador. Restava apenas o acerto com os chineses para sacramentar o negócio. Inicialmente, o Cruz-Maltino queria a liberação sem custos. Apesar das dificuldades, a equipe carioca ainda não desistiu da negociação. O empresário do jogador está na China desde o início da semana, onde tenta junto aos representantes do Shenzhen a liberação.

Apesar da insistência, os chineses estão irredutíveis e o empresário já comunicou ao Vasco da recusa, liberando o clube a buscar outro nome no mercado. Rossi tem contrato com o Shenzhen até o fim de 2020. Na temporada passada, ele defendeu o Internacional, por empréstimo. Nesse período, disputou 30 partidas com o Colorado, tendo balançado as redes em apenas uma oportunidade.

Foto: Carlos Gregório Jr


 

Mais lidas do mês