Mídias Sociais

Esporte

Diretoria do Fluminense admite fazer esforço para buscar contratação de peso

Sérgio Barcellos

Publicado

em

 

A diretoria do Fluminense estuda fazer um esforço para fechar a contratação de um reforço de peso para a temporada. Mesmo com a delicada situação financeira do clube, os dirigentes estendem que é preciso abrir mão do teto de R$ 150 mensais de salário para qualificar o elenco. Com esse pensamento, o Tricolor das Laranjeiras voltou a sonhar com Nenê e Ganso.

A diretoria quer mais um meia para fechar o elenco para o primeiro semestre. O Fluminense já contratou Caio Henrique, meio-campo que disputou o último Campeonato Brasileiro pelo Paraná. Apesar do acerto, o atleta ainda não pode entrar em campo, já que aguarda a liberação de seus documentos junto ao Atlético de Madri, clube que detém seus direitos economicos.

Mesmo com a chegada de Caio Henrique, a diretoria quer um nome de peso para comandar o meio-campo. Disposto a fazer um esforço, os dirigentes devem voltar as conversas por Nenê e Ganso. A contrapartida é que, mesmo abrindo mão do teto de R$ 150 mensais, o Fluminense ainda precisaria de ajuda para fechar a contratação.

No caso de Nenê, o Fluminense precisaria convencer o São Paulo a liberar o jogador e também a pagar uma parte de seu salário. Já no caso de Ganso, ele já foi liberado pelo Sevilla para voltar ao Brasil. Resta ao Tricolor das Laranjeiras “apenas” convencer os espanhois a pagaram uma fração do salário do jogador. Com as negociações em curso, a tendência é que tenhamos novidades nos próximos dias.

Foto: divulgação/Fluminense


 

Mais lidas do mês